Já cresci na safadeza

Eu amo meus pais, sou a filhinha perfeita deles, loirinha olhos azuism corpinho perfeito.Na minha casa meus pais sempre foram liberais, dentro de casa nunca usavam roupas, nunca fechavam as portas pra tomar banho e sempre transavam de portas abertas.

Desde muito novinha sempre fui muito ligada ao meu pai, como minha mãe trabalhava de enfermeira muitas horas e meu pai tinha uma oficina em baixo da nossa casa ela costumava trabalhar mais a noite porque assim meu pai podia cuidar de mim.

Sempre me deu banho, comida, ajudava com os deveres.

Depois que a gente jantava eu sempre sentava no seu colo pra assistir TV, e como sempre estávamos pelados era acostumada com seu pau eu amava sentar no seu colo e sentir aquele pauzao grande e grosso no meio das minhas perninhas, era uma sensação gostosa e eu amava. Ainda muito pequena comecei a sentir que se eu ficasse me enchendo no seu colo o pau do papai ficava maior e eu me divertia e ele apenas ria e me apertava mais no seu colo. A gente sempre se beijava mas nessas horas que eu me arreganhava no colo dele de frente a gente se beijava de língua e era muito bom. Ele sempre me dava banho e se demorava na minha xoxotinha, esfrega a os dedos e eu me estremecia nos seus braços. Ele falava – Vem bonequinha que o papai vai te deixar bem limpinha.

– Eu gosto de tomar banho com você papai, posso lavar seu pipi também?
– Claro que pode princesinha, é só esfregar igual o papai te ensinou. Isso mesmo pra cima e pra baixo
Ele amava minhas mãozinhas no pau dele ficava louco de tesão e acabava sempre gozando.

-Quer mamar o leitinho do papai bebê?– Eu quero papai– Vem então e chupa o pau do papai que eu vou dar leitinho nessa boquinha gulosa.
E eu mamava aquela rola deliciosa e engolia todo aquele leite que depois aprendi que era porra.Quando a mamãe tava em casa eu ainda mamava nas tetas dela mesmo não sendo um bebê ainda era bem pequena e ainda nem ia pra escolinha. Minha mãe amava me dar mama a gente sentava no sofá ela colocava um desenho me pegava no colo e eu mamava em um peito enquanto brincava com o outro apertando e torcendo os mamilos.

– Mamãe tem um terão– É sim bebê por isso que você é o papai tem que mamar neles pra ficar grandes assim– Eu gosto de mamar mamãe e gosto que me faz carinho aqui em baixo– A mamãe te ama muito princesa e vai sempre cuidar de vc.

Ela ficava alisando minha xaninha enquanto me dava mama e eu gostava muito. Eu amava minha família e como eles sempre eram carinhosos, pra mim aquilo era normal.
Eu sempre dormi com eles, quando minha mãe estava de folga e ficava em casa era uma bagunça total, agente comia e eles brincavam comigo, minha mãe nunca reclamou do jeito que eu era grudada com o papai ela na verdade gostava de ver que meu pai era um bom pai pra mim.
Eu brincava de cavalinho com o papai e a mamãe sempre falava pra ele tomar cuidado.

– Amor cuidado com essa sapequinha ela é só um bebê pode machucar.– Eu tô o amor, mas ela é mesmo uma sapeca ela adora sentir minha rola dura, olha amor ela fica até molhadinha já.– Ela é uma safadinha desde bebê quando a gente dava banho ela já ria quando a gente lavava ela e chorava pra por roupa pra sair, rsrsrs.
– Sim, rsrs essa bebê sempre foi safada né filhinha– Papai deixa eu pular mais
Quando ele via que eu tava com tesão ele brincava de me fazer cócegas e me beijar e lamber, me deitava e me lambia e beijava o corpinho todo e fazia cócegas.

– Ai papai vou morrer de rir rsrs,– Você gosta da língua do papai boneca?.– Papai tá me lambendo igual cachorrinho mamãe, rsrs– Ele adora seu gostinho princesa, deita aqui na mamãe
Ela me colocava em cima dela e ele me lambia a xaninha me fazendo contorcer de tão gostoso. Ele me chupava, lambida é fazia o mesmo com a mamãe e a gente fazia com ele e eu também chupava os peitos da mamãe. Ele amava me chupar e enfiar a língua, isso era todo dia mesmo quando a mamãe não estava a gente se chupava e íamos dormir agarrados.
Eu era viciada nos carinhos dos meus pais, e isso só cresceu entre a gente.Mas depois eu conto mais

Rate this post