O pai da minha amiguinha me comeu

Eu tinha 18 anos mas sempre fui muito esperta, amadureci cedo.
Meu primeiro namoradinho e eu nos pegávamos igual gente grande. .. era beijos e amasso. Minha bucetinha vivia melada de tanto esfregar na rola do meu namoradinho. Eu ficava louca pra dar a bucetinha. Mas pela idade meu namoradinho não dava conta..

Desde muito cedo ficava imaginando um homem mais velho me comendo e eu sendo putinha. A minha primeira vez aconteceu na casa da minha amiguinha de escola. Era minha melhor amiga e eu ia na casa dela todos os dias. Ia pra ficar me oferecendo pro pai dela.

Que era uma delícia de um quarentão. Eu sempre fui muito magrinha e sempre usei roupas curtas. Minha mãe ficava doida. Eu percebia que o pai da minha amiga. ( João ) me olhava quando eu deitava no tapete da sala de shortinho mostrando a poupa da minha bundinha redondinha e acariciava o pau por cima da bermuda.

Eu adorava tudo aquilo e provocava cada dia mais. A esposa dele trabalhava o dia todo e eu fantasiava todos os dias aquele homem gostoso em cima de mim regaçando minha bucetinha. Um dia fiz tudo de caso pensado. Coloquei a minha sainha pretinha mais curtinha e uma calcinha enfiadinha no rabinho. A calcinha era tão pequena que ficava entrando na minha bucetinha gordinha.

Cheguei na casa dele, ele estava na cozinha de pé. Quando me viu de sainha sorriu todo safado. E era precisamente aquilo que eu esperava. Ele pediu para a filha ir buscar refrigerante no mercadinho. Eu inventei uma desculpa pra não ir com ela é claro. Ele então foi até a garagem com a desculpa de lavar o carro. Eu fui oferecer ajuda é claro.João entrou no carro sentou no banco do motorista e ligou o rádio. Eu puxando assunto. Perguntei pra ele se era fácil dirigir pois eu tinha muita vontade de aprender.

Aí ele respondeu.. vc quer aprender princesa? Senta aqui vou te mostrar como se faz. Eu pulei no colo dele segurei o volante . Como estava de sainha era tudo o que eu queria. Sentia aquele pau pulsando na minha bundinha. Ficava me mexendo de propósito até encostar a bucetinha . O esperto já tinha tirado aquele cacete pra fora e ficou esfregando na minha bucetinha que estava melada de tanto tesão. Der repente ele disse.

É pau na sua buceta que você quer vagabunda? E sem nenhuma noção puxou minha calcinha de lado e meteu aquele cacete grosso e gigante na minha xaninha.

Quase morri de dor. Tentei sair ele me segurou pela cintura e me sentou com violência naquele cacete de novo. Misturou o melado da minha xana com sangue ele me arrebentava por dentro metendo cada vez mais forte. Eu estava anestesiada de tesão e dor e medo da minha amiguinha chegar e ver o papai dela me comendo. Isso me deixava ainda mais louca. Me virei de frente e comecei a pular em cima dele .. minha xaninha estava esfolada.. doendo e eu pulando.. derre pente ele urrou feito um bicho aumentando as estocadas e senti minha xaninha enchendo de porra quente. Que sensação maravilhosa tive meu primeiro orgasmo em cima de um pau .

Tudo isso aconteceu em 20 minutos. Corri pro banheiro tomar banho.. lavei minha bucetinha e ele ficou chupando . Chupou muito minha bucetinha até deixar ela limpinha. Gozei de novo dessa vez na ponta da lingua dele. Quando voltei ao juízo normal olhei para a porta e minha amiga estava parada em choque com o que tinha visto o papai Dela fazendo comigo.
No fim o pai Dela teve que esfolar a bucetinha da filhinha também.
Mas essa história conto no próximo conto.

Rate this post