Dando para o Uber no meu apartamento

Ola, meu nome é leticia, tenho 19 anos, pele clara , cabelo loiro e corpo bem definido, cintura fina, bumbum empinado, coxas grossas e peitos médios e bem durinhos. O conto que vou contar agora é verdadeiro e aconteceu ano passado.

Eu sou de Bom Jesus Piaui, de familia classe alta, uma verdadeira filha de mamãe, porem isso aconteceu em Teresina, onde moro sozinha para estudar faculdade. Aqui o povo usa muito o aplicativo do Uber. Certa noite eu estava em casa sozinha e decide da uma volta pelas boates, encontrar os amigos, chamei o Uber, ele era médio, pele morena, e corpo bem cuidado, tinha por volta de 35 anos, assim que entrei no carro ele já foi perguntando o que eu fazia sozinha aquela hora da noite e eu disse que ia encontrar um pessoal, nisso a gente foi conversando, chegamos no local ele perguntou se eu não queria anotar o numero dele para voltar com ele, assim eu fiz, porem na hora de ir embora não consegui entrar em contato com ele.
Passou dois dias e me deu uma vontade de da a buceta danada, não sei que fogo era esse, so sei que ele acabou me mandando mensagem bem na hora que eu estava me masturbando, foi ai que comecei a me imaginar dando gostoso pra ele, começamos a conversar e ele foi bem direto comigo, perguntou se podia me ver, eu disse que sim, claro.

A noite, por volta das 23 horas ele chegou no meu apê, tava tudo escuro, fiz de proposito, queria deixar ele louco e ja tinha mandando mensagem pra ele falando que a porta estaria aberta e ele podia entrar direto pro quarto, assim ele fez, entrou no quarto e eu estava terminando de assistir um filme pelo celular, ele perguntou se podia ficar a vontade e ja foi logo tirando a camisa e os sapatos, a calça e a cueca, deitou do meu lado enquanto eu via o filme, ele colocou a mão por cima da minha buceta e deixou parada em cima dela, ja senti o cacete dele duro, porem permaneci parada um pouco tensa, afinal era loucura aquilo, um desconhecido pelado na minha cama, foi ai que o filme acabou e ele perguntou se eu não queria uma massagem, eu disse que sim, virei de costas e ele começou a fazer massagem,

Ele foi logo arrancando minha saia, eu estava sem calcinha, começou a chupar meu cuzinho, descendo a linguá ate a entrada da minha buceta, me deu uma palmada e disse ” era foder que tu queria né sua putinha” , nisso ele me virou de frente e abriu minhas pernas e começou a me chupar com vontade, nessa hora eu já não me controlava mais e comecei a gemer, foi ai que vi o pau dele era médio e muito grosso, minha boca encheu de água,
Ele começou a passar pela entrada da minha buceta, como fazia tempo que ninguem me fodia eu pedi pra ele ir com calma, ele então me fez chupar o cacete dele, chupei aquele delicioso pau grosso com vontade, quase n cabia na minha boca, deixei ele todo babado, foi ai que ele socou o pau na minha buceta, sem camisinha, pedi que ele parasse porque era um desconhecido, mas ele foi deslizando o pau pra mais dentro e tava tão gostoso sentindo pele com pele,

Bem quentinho, aquele negocio me rasgando aos poucos, deixei, abri mais as pernas e comecei a gemer como uma cadela, nisso ele foi tirando minha blusinha e chupando meus peitos e socando ainda mais forte,gozei, começou a descer gozo entre minhas pernas, e ele socando sem pena, ja não sentia mais nada,
Ja estava molinha, ele tirou o pau de dentro e pediu para que eu ficasse de quatro, assim eu fiz, mesmo com as pernas bambas, ele me deu muito tapa na bunda, cada hora com mais força e me chamando de vagabunda, que iria acabar com minha buceta e meu cuzinho, foi ai que ele meteu com vontade o pau na minha buceta, fui rebolando e gritando de dor, tava ardendo, mas tava gostoso, ele enfiou o dedo no meu cuzinho virgem,

E começou a rodar ele la dentro, eu pedi pra parar, mas ele disse que iria comer tudo aquela noite, passou o dedo na minha buceta encharcada e passou no meu cuzinho lubrificando, tirou o pau da minha buceta e deslizou todo no meu cuzinho, eu soltei um grito de dor, doeu demais, aquela dor com prazer, ele metia com muita força e tava ardendo tudo ja, mas eu n queria que parasse, ele dizia toda hora, toucomendo a filha da mamãe, que cuzinho gostoso, vou te arrombar e arrombou mesmo, o buraco do meu cuzinho ficou todo aberto, ele então pediu pra gozar na minha buceta, como eu tomava remédios, eu deixei, ele soltou um jato dentro que quase nao para e depois chupou o gozo q tava escorrendo de dentro.

Ele deitou do meu lado e ficamos calados por um tempo, ate ele pedir pra eu bater uma punheta pra ele, que precisava aliviar mais… Bate ate ele gozar na minha boca, depois disso ele foi embora e conversamos ainda por whatsaap porem fui assaltada e perdi o contato dele e como não perguntei nem o nome, impossivel de achar.

Rate this post