Eu amo sexo verbal

Meu nome é Maria Fernanda. Sou divorciada, tenho 49 anos, sem filhos. Tenho seios grandes, coxas grossas e uma bunda digna de elogios. Sou uma mulher alta, com 1,77 m, morena clara, olhos castanhos e cabelos curtos. Creio que por ser uma mulher com medidas grandes, há um detalhe que chama muito a atenção dos homens, tenho uma vulva grande, os lábios externos da minha vagina formam aquilo que os homens chamam de “pata de camelo”. Eu não ligo, pelo contrário, gosto de ver a cara dos machos babando olhando a minha “pata”.

Quando vou trabalhar a pé, caminho pelos ruas do meu bairro e ouço de vários homens os seguintes comentários:

GOSTOSA. BUCETUDA, BUCETÃO, QUANTO VOCÊ AGUENTA DE PICA, PUTONA, QUE BUNDA.

Sou enfermeira graduada por Universidade de São Paulo, e trabalho num hospital privado da Capital, aqui na zona oeste. Moro num apartamento próprio próximo do hospital. Por força da minha atividade profissional, uso uniforme todo branco, formado por calça e blusa e sapatos da mesma cor.

As minhas calças são justas e deixam transparecer a calcinha branca, além disso, por serem apertadas, as calças realçam a minha anatomia íntima.Algunspacientes não conseguem tirar os olhos da minha “pata de camelo”, quando meaproximo dos leitos para medir pressão, fazer curativos, etc.

Eu amo algo que vou chamar de SEXO VERBAL, por desconhecer outro nomepara definir. Não confundir com sexo oral, que também acho muito bom. Logo vocês vão entender o que é SEXO VERBAL.

Há alguns meses, mudou-se para o meu prédio, num apartamento em frente ao meu, um homem sozinho. Deve ter pouco mais de 60 anos, moreno, cabelosgrisalhos, sempre bem vestido e perfumado, e muito educado.
Fiquei sabendo que era viúvo, com filhos adultos e advogado.
Quando nos encontramos no hall do nosso andar para ir trabalhar, percebi que ele não perde a oportunidade e dá um discreta olhada na minha “anatomia avantajada”. Finjo que não vejo, mas fico toda arrepiada.

Um dia destes nos encontramos no elevador, eu estava com algumas compras e ele se ofereceu para ajudar a carrega-las. Aceitei e ele me acompanhou até o meu apartamento. Para retribuir a gentileza ofereci uma latinha de cerveja. Ele sentou para tomar a cerveja e não conseguia tirar os olhos gulosos do meu corpo e, claro, da minha “pata”.

Ao se despedir, agradeceu pela cerveja e disse que iria me convidar para tomar cerveja no apartamento dele. Respondi que o convite seria aceito, com um sorriso malicioso no rosto.
Já na semana seguinte, ele me convidou para ir ao apartamento dele na sexta-feira, lá pelas oito horas da noite.

Caprichei no visual e coloquei um vestido justo e curto, que quase mostrava a calcinha preta minúscula. Bem perfumada e maquiada fui ao encontro. Claro que eu já imaginava o que ia acontecer.
Ele também caprichou no visual e no perfume e encomendou um jantar completo num restaurante badalado da cidade. Minutos depois o jantar foi entregue no apartamento, com direito a tudo, inclusive vinhos chilenos que eu adoro.

Conversamos, bebemos muito vinho e comemos aquele jantar delicioso.
Acho que já no embalo das várias taças de vinho, num dado momento perguntei: Você gosta de SEXO VERBAL?

Os olhos dele brilharam, o rosto ganhou um incomparável ar de tesão. Uma verdadeira transformação ocorreu naquele momento.

Ele respondeu meio ofegante: Essa é a primeira vez que uma mulher me faz essa pergunta. Sou apaixonado por SEXO VERBAL, acho tão bom quanto o sexo oral.

Essa era a senha para começar uma inesquecível noite.

Ainda com aquela cara de meio alucinado ele colocou as duas mãos nas minhas coxas e disse: Você também gosta de SEXO VERBAL sua PUTA, VADIA, VAGABUNDA. PIRANHA BUCETUDA.
Estremeci inteira e comecei a ficar com a buceta encharcada.

Ele continuou com as mãos no meio das minhas coxas e emendou: Hoje você terá muito SEXO VERBAL sua GOSTOSA DO CARALHO, SUA PUTA, VOU MAMAR NESTES PEITOS, CHUPAR ESTA BUCETONA,VOU ENCHER ESSA BUCETA DE PORRA SUA VACA, QUERO QUE VOCÊ CHUPE A MINHA PICA GROSSA, QUERO MUITA PUNHETA NA MINHA ROLA, SUA BISCATE.

Não consegui me controlar e respondi na mesma moeda: VOCÊ QUER ME FUDER, SEU FILHO DA PUTA, QUER METER ESSE CARALHO NA MINHA BUCETINHA, QUER QUE EU CHUPE A SUA ROLA, SUAS BOLAS E O SEU CU, QUER ME DAR PORRA.

Quero tudo isso e muito mais, respondeu ele, já querendo enfiar os dedos na minha buceta.
Corremos para a cama já tirando toda roupa. Continuei a provocação verbal: VEM SEU CORNO, VEM SE VOCÊ FOR HOMEM, VEM FILHO DA PUTA, VEM BRINCAR NO MEU GRELO, VEM ME FAZER GOZAR NA SUA LINGUA, QUER EXPERIMENTAR O GOSTO DA MINHA BUCETONA.
Ao vê-lo totalmente nu, tomei um susto com o que vi. A sua PICA era enorme e já estava dura. Estimei o tamanho daquela PIROCA nuns 19 centímetros. Era também bem grossa e tinha uma cabeça gigantesca.

Ele chupou os meus peitos e depois abriu as minhas pernas a começou a chupar a minha buceta de lábios grossos, Eu gemia e xingava, CHUPA SEU PUTO, CHUPA ESSA BUCETA SEU FILHO DA PUTA, SEU CACHORRO, BRINCA NO MEU GRELO SEU MERDA, VOCÊ QUER ME FUDER, TÁ LOUCO PARA METER, BATEU MUITA PUNHETA PENSANDO NESSA BUCETA SEU PUTO.

Gemi alto quando ele enfiou dois dedos na minha buceta e lambeu bem devagar o meu grelo.
Tá gostando sua PIRANHA, VOU FODER ESSA BUCETA ATÉ VOCÊ GOZAR NA MINHA PICA, SUA PUTINHA SAFADA, QUER UM CARALHO NA BUCETAVAGABUNDA.

Gozei na boca dele e disse: TÁ SENTINDO O GOSTO DO MEU GOZO, VAGABUNDO, CACHORRO, SAFADO, FILHO DA PUTA.

Se você quiser que eu chupe esse CARALHO ENORME VOCÊ VAI TER QUE IMPLORAR E PEDIR COM MUITO JEITO, SÓ BATO UMA PUNHETA SE PEDIR DE JOELHOS SEU VIADO ESCROTO.

Ele saiu do meio das minhas pernas, estava alucinado de tesão com o que eu tinha dito. Ficou sentando em cima de mim masturbando aquele CARALHO GIGANTESCO, AGORA MAIOR E MAIS DURO. A CABEÇA DAQUELA PICA ERA A MAIOR QUE EU JÁ TINHA VISTO.

Sem parar de se masturbar, ele disse: AGORA SUA PUTA BUCETUDA VOCÊ VAI CHUPAR BEM DEVAGAR ESSA ROLA, MEU SACO E O MEU CU. BEM DEVAGAR E BEM GOSTOSO, SUA VAGABUNDA.

Peguei com muito carinho aquela gigantesca ROLA E COMECEI A PUNHETAR BEM LENTAMENTE, ELA FICOU MAIS DURA E LATEJAVA NAS MINHAS MÃOS, PASSEI A LINGUA BEM MOLHADA NAQUELA CABEÇONA E ENFIEI NA BOCA ATÉ ONDE AGUENTEI.

Ele gemia e virava os olhos, estava adorando a punheta e a mamada. Comeceia judiar e perguntei: ESTA GOSTANDO, QUER QUE EU PARE DE CHUPAR SEU SAFADO, QUER ESPORRAR AGORA, QUE GOZAR. Ele só gemia.

PUNHETEI LONGAMENTE AQUELA PICA, LAMBI O SACO, AS BOLAS, O CU, ele se retorcia para segurar a louca vontade de gozar na minha boca.

Eu lambia aquela cabeça e descia pelo corpo daquela pica deliciosa, já imaginando tudo aquilo dentro da minha buceta encharcada.

Ao notar que ele não estava mais aguentando de tesão, perguntei com cara de puta safada: VOCÊ QUER METER NESSA BUCETINHA MOLHADA, QUE FUDER A MINHA PATA DE CAMELO, QUER ENFIAR ESSA PIROCA ATÉ AS BOLAS, QUER ME FAZER GOZAR E GEMER FEITO UMA PUTA, SEU SAFADO?
Senti o caralho ficar rígido na minha mão.

Ele ficou maluco de tesão. VOU FUDER ESSA BUCETONA AGORA, SUA PIRANHA VADIA, SAFADA DO CARALHO, VOU ARROMBAR ESSA BUCETA SUA CACHORRA.

Ele meteu com força da minha buceta molhada e começou a bombar feito um alucinado de tesão. Senti aquela pica gigantesca rasgando a minha buceta e comecei a gritar: FODE, FODE, FODE ESSA BUCETA, METE COM MAIS FORÇA, ARROMBA MINHA BUCETINHA, DÁ PICA, DÁ PICA CARALHO, EU QUERO SENTIR ESSA ROLA NO MEU CU, QUER COMER O MEU CU, METE ESSA ROLA TODA NA MINHA BUCETA, SEU CACHORRO, JÁ TINHACOMIDO UMA BUCETA TÃO GOSTOSA.

Ele meteu até cansar. Parou um pouco, pediu para eu chupar e voltou e me fuder.
Agora era ele gritando: TOMA NA BUCETA SUA PUTA DE RUA, SUA CADELA NO CIO, SUA VACA, BUCETUDA DO CARALHO, ARROMBADA, BISCATE, MESSALINA, VADIA, PUTONA.
Eu não aguentei e gozei novamente, agora naquela rola deliciosa.

Ele tirou a rola da buceta e disse que queria comer o meu cu.]Mesmo assustada, concordei.
Me colocou de lado e enfiou aquela rola enorme no meu cuzinho. Gemi, mas aguentei firme. Recomeçou o SEXO VERBAL: VOU ARROMBAR ESSE RABÃO, VOU FUDER BEM GOSTOSO ESSE CUZÃO, GEMI MINHA CADELINHA, TÁ SENTINDO MINHA ROLA NO CU SUA PROSTITUTA, TA GOSTANDO DE LEVAR NO RABO SUA PORCA.

Doido para gozar, ele tirou do meu cu e disse vou gozar na sua buceta.

Como ele estava quase gozando, não perdoei e abusei do SEXO VERBAL:QUER GOZAR AGORA SEU VAGABUNDO, ESTOU SENTINDO SUA PORRA QUERENDO SAIR, ESTA DOIDO PARA ESPORRAR SEU VIADO, NÃO ESTA MAIS AGUENTANDO SEU CACHORRO, QUER ME ENCHER DE PORRA QUENTE, QUER DAR LEITINHO NA MINHA BUCETA, QUER ESPORRAR NA MINHA PATA DE CAMELO, TA COM A PICA INCHADA, SEGURA NÃO GOZA AGORA, VOCÊ SÓ GOZAR GOZAR QUANDO EU DEIXAR, AGORA NÃO.
Claro que ele não aguentou e gozou e esporrou muito aos berros: SUA PUTA,VADIA DO CARALHO, BUCETUDA, PUTONA,

Tomamos banho, nos despedimos e eu fui para o meu apartamento, sonhar com aquela maravilhosa noite de SEXO VERBAL.

Rate this post