Casa de Swing! Nossa primeira vez

Me chamo Nereu e sou casado com uma delicia de mulher chamada Cíntia. Somos um casal que se ama muito e cúmplices em tudo e adoramos muito sexo. Ela é uma esposa excepcional e sempre está disposta a nesse sentido. Um dia papo vai, papo vem, reativamos nossas fantasias sexuais e pensamos que já era hora de conhecer uma casa de swing, a qual nunca fomos. Sempre tivemos curiosidade mas também medo por conta da exposição, afinal somos muito discretos e não sabíamos o que encontraríamos lá. Bem, tomamos coragem e certo dia fomos.

Ela colocou um vestido colado no seu corpo escultural com um decote super tesudo, uma calcinha bem pequenina preta e uma sandália de salto bem alto, valorizando ainda mais seu corpo maravilhoso.. Estava uma deliciosa, um super tesão. Estava vestida para matar. Resolvemos ir numa casa de swing próxima da nossa cidade, por precaução.

Chegando na frente da casa Cíntia resolveu não entrar mais, por medo de encontrar principalmente alguém…. o que iriam pensar de nós?…. Então eu lhe disse: – Amor, se alguém nos ver aí dentro com certeza essa pessoa também estará comprometida até os fios de cabelo, para de bobagem e vamos entrar.
Contudo, ela disse que seria só para conhecer…nada mais que isso…….concordei e entramos.

Na porta parece uma danceteria vazia, falamos com a recepcionista, extremamente simpática, pagamos e ela nos perguntou que pulseira queríamos. As pulseiras são divididas por cores se o casal colocar verde é que está disponível mas se for vermelha ninguém nem irá incomodar com vc. Cintia disse: ótimo – EU QUERO VERMELHA. Eu disse, eu quero a VERDE.

Cíntia me sorriu concordando. Entramos. Já na pista, vimos vários casais dançando ou em mesas bebericando. A música era muito gostosa, mas tudo normal, foi quando perguntei a Cíntia se queria beber algo ela disse que sim. Trouxe um espumante e ficamos ali conversando e nós só observando, viamos casais mais assanhados, mulheres bem vestidas e outras bem à vontade mas nada demais.

Gente normal…..homens bonitos e feios, magros e gordinhos, carecas…normais….Mulheres idem…gordinhas, magrinhas, gostosas, não tão gostosas, bonitas, feias…gente normal. Até que Cíntia me falou para irmos ver o que acontecia na casa….

Comecei a ficar mais animado com a reação dela, acredito que ela ficou excitada com o pessoal na pista e isso me deixou também excitado e subimos as escadas. Hora ou outra eu passava de leve a mão, ou dava uns tapas ou apertões na magnifica bunda de minha esposa. Logo que chegamos tinham divisórias onde começamos a ouvir gemidos. Chegamos mais perto e num corredor haviam várias salinhas e nelas, lá dentro, casais transavam mas não dava pra ver com nitidez, pois a luz era muito fraca e tudo muito escuro.

Chegamos bem perto pra ver somente os vultos e eu me colei atrás de Cíntia, encouchando para que ela sentisse meu pau, que já estava ficando duro, na sua bunda. Senti que ela estava excitada, mas ela disse não queria transar, só ver. Concordei, deixei ela a vontade… sem forçar a barra. Olhamos e dali fomos para uma outra salinha ao lado e outro casal trepava loucamente. Logo um outro casal chegou perto nós e também ficaram tentando enxergar. Percebi que o cara começou a alisar discretamente as pernas da minha Cíntia…e a querer passar a mão na sua bunda.

Foi algo estranho, ciúme misturado com tesão…. deixei rolar, afinal de contas estávamos ali pra isso… viver uma nova experiência, e ver aquilo dava um gostoso tesão, meu cacete endurecia e percebi que Cíntia também gostou…só olhou pra mim…que lhe sorri como consentimento. Percebi também que a mulher do cara nem se importava, pelo contrário, nos olhava com vontade de nos comer…principalmente a Cíntia. Mas, nada de mais aconteceu, ficou só nisso.

Saímos dali e fomos numa outra sala ao lado mas nem uma dava pra ver direito, até que chegamos numa sala maior e nela havia um sofá enorme e nele estava um casal. A mulher cavalgava de costas um cara enquanto havia um outro homem que ficava tocando seus seios na frente e ela virava o rosto para beijar o cara que a estava comendo e esse outro passava a mão no corpo todo até nos pentelhos dela.

Ficamos ali olhando e ouvindo os gemidos. A mulher gemia demais, gemia gostoso….. e tudo aquilo parecia mexer com a Cíntia, que ficou vidrada, estática. Novamente de encostei por trás de Cíntia esfregando meu cacete que já estava pra lá de duro, naquela bunda delicia que só Cíntia tem. Comecei a abraçá-la por trás e enchi os seus peitos deliciosos com minhas mãos, amassando e bolinando os biquinhos. Cíntia se esfrega em mim e eu sentia sua respiração acelerar. O tesão estava nos dominando.

O marido tirou o pau pra fora, a menos de um metro de nós, e deu para a sua mulher chupar, que agora estava de 4 no sofá, enquanto um outro homem dava socadas fortíssimas por trás dela. Até que o marido, não aguentado de trazer de ser chupado pela sua esposa e vendo um outro a comendo, gozou. Gozou muito na boca da esposa. Ela, lambeu tudinho e depois se apossou do pau do outro e se deitou para que ele a comesse em outra posição. Tudo acontecia bem a nossa frente.

Víamos um cacete entrando numa buceta, outro na boca…. parecia um filme pornô. Sem me aguentar mais, meti a minha mão na buceta de Cíntia e senti que ela estava super molhada de desejo, enfiei levemente meus dedos na sua bucetinha. Percebemos que o outro homem urrava alto… sinal que ia gozar, mas retirando o pau um pouco antes, gozou muito todo o esperma na barriga da mulher. Os 3 se abraçaram se esfregaram e simplesmente saíram da sala como se nada tivesse acontecido, esfriando um pouco o local, pois só agora conseguíamos perceber que haviam outras 10 pessoas olhando aquela bela trepada. Logo um casal se aproximou de nós e começou a puxar conversa, mas ainda estarrecidos com o que havíamos visto, Cíntia me pediu para descermos, pois ela precisava beber alguma coisa.

Com cordialidade, dispensamos o casal. Quando íamos descer, Cíntia me disse: vamos entrar aqui? Era o LABIRINTO. Na hora eu concordei e entramos num corredor escuro e cruzavamos com várias pessoas que estavam saindo e percebi que Cíntia sempre recebia umas passadas de mão na bunda ou mesmo na sua bucetinha e eu, não aguentando mais, a puxei, para um canto na frente de todos que estavam passando, e lhe dei um beijo que só nós nos damos. Que beijo delicioso. Cíntia me beijava com um tesão que nunca tinha visto.

Percebi que várias pessoas pararam para nós olhar. Seguimos em frente no corredor, que realmente era um labirinto, e chegamos mais à frente quando Cíntia me chamou a atenção para uma mulher, que de pé, porém encurvada com a bunda pra trás recebia estocadas muito forte enquanto chupava outro homem e uma outra mulher que estava em pé com dois homens que a abraçavam e ela beijava ora um e ora outro. Meti novamente a mão na bunda de Cíntia, quase que enfiando meu dedo no seu cuzinho, que por sinal adoro comer, e ela não sabia o que fazer. Ficou meio paralisada. O casal percebendo nossa presença fez sinal para que fossemos até a eles para participar da brincadeira. Perguntei a Cíntia se ela queria ir….

Ela paralisada….simplesmente acenou com a cabeça que não. Perguntei a ela: e eu, posso ir? Ela como balançar da cabeça disse: Sim…Pensei…quem sabe eu indo ela vem…. Me aproximei do casal e quando menos esperava eu já estava sendo chupado pela mulher que, também chupava o marido. Chupava nós dois, o marido e eu, juntos. Cíntia olhava tudo, viu o pau do marido entrando e saindo da mulher e ela me chupando. Pedi para Cíntia se juntar a nós. Cíntia sinalizou que não, porém não tirava os olhos.

Cíntia estava ficando louca de tesão com aquela visão toda e começou a acariciar seus seios e a apertar seus bicos, que já estavam super duros. Não aguentando mais, o marido da mulher gozou na boca e ela chupou tudo não deixou nadinha. Ela se levantou foi até Cíntia, aproximou do seu ouvido, e com uma voz sensual lhe disse: Seu macho é uma delícia. Ele tem um cacete delicioso.

O marido dela se aproximou de mim e disse: pena que a delícia da sua mulher não participou, e deu uma passada de mão na bunda de Cíntia, e disse: quem sabe da próxima vez eu te como gostoso. Cíntia que apenas sorriu. É importante deixar claro que realmente as pessoas respeitam a pulseira vermelha. Saímos dali e descemos pro bar, como se nada tivesse acontecido ou melhor que nada estivesse acontecendo. Perguntei se ela havia ficado chateado de eu ter participado com o casal…. da mulher do cara ter me chupado…..Ela foi categórica. Claro que não… foi delicioso ver vc ser chupado por outra…. mas eu travei… queria ir… mas fiquei sem coragem…. E me deu um beijo delicioso……E com segurando discretamente meu cacete…me disse: Vou trocar a pulseira pra verde e dizendo bem baixinho no meu ouvido: vamos subir de novo meu tesudo? Nem deu tempo de responder. Ela me puxou pela mão e fomos novamente lá pra cima.

Quando subimos tinham novamente várias pessoas entrando e saindo do labirinto e Cíntia quis entrar lá novamente. Cíntia me chamou a atenção para uma cena das mais quentes de todas que tínhamos visto, uma mulher era comida em cima de uma bancada com muita força por um homem que parecia seu marido e enquanto isso tinha um pau em cada uma das mãos, de outros homens e chupava-os alternada e depois que os caras gozavam em cima dela, na barriga, nos peitos , na cara, saiam e chegavam outros.

Uma orgia só. Comentamos um com o outro que isso já era demais… Saímos dali continuamos a explorar o tal Labirinto. Vimos uma porta entre aberta…apesar da penumbra…dava para ver nitidamente o que ocorria. Era uma sala com uma grande cama redonda e sofá de 3 lugares muito bonito. Na cama estavam dois casais…um casal de loiros e o outro morenos. As duas mulheres estavam de quatro, uma frente a outra, e cada um dos maridos cada um a sua esposa por trás. Enquanto os maridos socavam gostoso em suas esposas, elas uma frente a outra, se beijavam de forma muito sensual, muito tesuda. Cíntia me puxou pela mão e fechou a porta.
Ficamos maravilhados com a cena e o tesão começou a tomar conta de nós. Com sua mão, Cíntia começou a acariciar meu cacete, que já está enorme e muito duro. Ela abriu o botão e abaixou minha calça, e iniciou uma punheta lenta e deliciosa. Meu cacete já estava melado de tesão. Cíntia não tirava os olhos da cena e não largava o meu cacete. De repente, o homem moreno, desengatou da sua esposa, e ela ficou deitada de frente para a loirinha, escancarando sua boceta para que loira a chupasse. A cena era linda linda, a loirinha era comida por trás pelo seu macho e chupava deliciosamente a buceta da morena.

O homem moreno veio em nossa direção, e pegou no braço de Cíntia e perguntou: Pulseira Verde?….Cíntia me olhou, sem deixar de me segurar meu cacete, buscando um sinal de aprovação….e eu apenas lhe beijei…..Ela respondeu: Sim, verde…bem verde…..Desta forma, o homem moreno pegou a mão de Cíntia de levou para segurar também o seu cacete que estava duro e enorme. Cintia começou a punhetá-lo também. Agora, Cíntia tinha dois cacetes enormes um em cada mão…..depois de um tempinho, o moreno, segurando a mão de Cíntia, começou a levá-la para cama. Cíntia, me olhou com aquela cara de putinha que ela adora fazer para mim, e me deixando sozinho, seguiu para a grande cama onde se encontrava a morena e o casal de loiros. Era uma mistura de ciúmes e de tesão. E o tesão predominou. Deixei rolar…..

.O moreno disse, para sua esposa e para o casal de loiros: Essa é Cíntia…..vamos dar as boas vindas a ela e ao Nereu seu marido……Eles riram….e as duas mulheres vieram ao encontro de Cíntia e começaram a tirar, de uma forma muito sensual, aquele vestido tesudo que vestia…..Uma de cada lado de Cíntia, acariciavam seus lindos cabelos longos….acariciam seu rosto….passavam suavemente as unhas e as pontas dos dedos pelo corpo de Cíntia que se arrepiava inteiro. Só ouvia os gemidos baixinhos de Cíntia…..

As duas mulheres começaram a beijar Cíntia em sua boca….e foram descendo para seus peitos, e cada uma chupava um biquinho. Era lindo de se ver….Minha Cíntia sendo chupada por duas mulheres……Elas foram delicadamente tirando a micro calcinha de Cíntia….e não aguentando mais começaram a chupar a sua deliciosa buceta. As duas, a loirinha e a morena, se alternavam em lamber com vontade a buceta da minha Cíntia que estava enlouquecida….e gozou por várias vezes com os carinhos daquelas duas mulheres.
O outro homem loiro me chamou e falou: Vamos brincar de rodízio de buceta?. Perguntei: Como é isso? O moreno falou: você vai adorar comer a minha mulher e a dele…como nós iremos comer a tua também…..Concorda?….depois de olhar para Cíntia e ter seu sorriso de aprovação, disse SIM. E assim, começamos a brincadeira……As três mulheres, saíram da cama e foram para o sofá, ficando todas apoiadas de quatro, ficando aquelas bundas maravilhosas arreganhadas para nós três machos…..a ordem era: A loirinha, Cíntia ao centro e a morena. O Moreno falou: agora as três putinhas vão com suas mãos, abrir bem a bunda para que a buceta e o cuzinho fiquem bem arreganhados para nós….e cada um de nós… vai dar 5 chupadas na buceta e 5 lambidinhas no cuzinho de cada uma.

Assim, fizemos. O Moreno, começou a lamber a xota e o cuzinho da loirinha, depois a xota e o cuzinho da minha Cíntia. Enquanto ele chupava minha Cíntia, era minha hora de entrar na fila, e comecei a chupar a xota e o cuzinho da loirinha. Depois o moreno passou a chupar sua esposa, eu chupava Cíntia, e o Loiro a sua esposa. Depois o Moreno passou a chupar novamente a loirinha, e assim fomos fazendo o rodízio…. era muito gostoso….as mulheres se requebravam, se contorciam de prazer…

Depois de umas 4 rodadas de troca-troca de chupadas passamos a dar 5 socadas em cada boceta, da mesma forma e sequência, Os três machos socaram todas as três putinhas….e depois de várias trocas.. cada um ficou enterrado na buceta de sua esposa socando gostoso…..De repente os casais pararam….e pediram que Cíntia e eu mudássemos de posição….Colocaram Cíntia deitada na cama….toda arreganhada para mim…e pediram que, de frente a ela, eu socasse gostoso na buceta de minha esposa…

.Assim fiz…..e para minha surpresa,os machos ficaram um de cada lado de Cíntia e deram seus cacetes duros enormes para que ele os punhetasse e os chupassem….Cíntia não se fez de rogada e punhetou os dois cacetes, ora esfregando um e outro em sua boca em sua cara…. enquanto Cíntia me olhava, sentia meu cacete enorme, duro penetrar bem fundo sua buceta…

Para completar o louco prazer, as duas mulheres, se beijavam e beijavam Cíntia…acariciam seus peitos, chupavam seus biquinhos…era um delírio só. Minha Cíntia tinha eu socando forte e fundo na sua buceta…na mão direita punhetava o cacetão do moreno, na mão esquerda punhetava o caralhudo do loiro…..e as duas mulheres chupavam seus biquinhos e beijavam sua boca. Que loucura……

Nunca vi Cíntia tendo tanto prazer de uma só vez……Cíntia punhetava com tanta vontade….que a certo ponto os dois machos não aguentaram e começaram a gozar… gozaram muito….e jorraram sua porra em cima dos peitos, na barriga….e a mão de Cíntia espalhava toda aquela porra por todo o seu corpo…..foi quando as duas outras mulheres….vieram pra cima de Cintia e lamberam tudinho. Lambiam com gosto…se beijavam, beijavam Cintia….as três putinhas estavam enlouquecidas de prazer…

Deixaram Cintia sequinha….e eu ainda continuava socando dentro da minha buceta….As duas mulheres se afastaram …..e eu disse a Cíntia: Amor….não aguento mais de tesão……vou gozar…..Cíntia pediu para que eu aguentasse um pouquinho mais….Saiu da posição, se ajoelhou e pegou o enorme cacete todo melado com o gozo da sua buceta, e falou: Quero que você goze na boquinha da sua putinha.

Chamou a duas novas amiguinhas e a três começaram a me chupar….chuparam como nunca….levando o meu corpo estremecer todo….e sem mais me conter dei um gemido alto de prazer e no momento que ia gozar, Cíntia afastou as duas outras e abocanhou o meu cacete e aí sim …..e gozei… gozei muito na boquinha da minha putinha…que mesmo engolindo tudinho ainda deixa escorrer pelo cantinho da sua boca um restinho da minha porra….Cíntia, ao se levantar, observou que os casais não mais estavam na sala….

Estávamos sós. Cintia me olhou de uma maneira tão carinhosa… com tanto amor e ternura e com sua voz suave…me agradeceu pela noite maravilhosa que eu havia proporcionado….pela realização de mais uma de suas fantasias…e olhando no fundo dos meus olhos sorriu e me beijou…..um grande e maravilhosos beijo de muito amor…..um beijo com o resto do gosto dos nossos gozos…um beijo de muita entrega. Uma entrega de não só de corpo mas de alma. Nos abraçamos com força…com amor….com aconchego…ternura….e cumplicidade…..E juramos amor eterno….Nos recompomos, fomos tomar uma ducha e voltamos para nossa casa. Felizes e nos amando ainda mais……Te amo Cíntia…..

Rate this post