Sr. V e minha esposa F. PARTE 2

Acabou virando um hábito entre a gente, todas as vezes em que eu levava o Sr. D em minha casa ela já sabia que a orgia ia rolar solta.

Estávamos bebendo vinho sentados no sofá enquanto ela estava no banho, quando saiu veio até a gente e sentou-se no chão, no tapete encostada em minhas pernas, abertas e sem cuecas já. Ela estava com um shortinho soltinho enfiado na bunda e sem calcinha, e uma blusa de alcinha, bem soltinha e sem sutiã. Estava louco já imaginando algo, comecei a ficar de pau duro, botei ele um pouco pra fora para que ela visse ele bem duro.

Como estava sentada no chão puxei a cabeça dela em direção ao meu pau, ela abocanhou ele cheia de tesão, o Sr. D já com o pau dele pra fora batendo punheta, então disse a ela: – Vai deixar ele assim? Mostra pra ele como tratamos as visitas aqui.

Ela ficou de quatro no tapete e com o rabo bem empinado começou a chupar ele, estava com o pau latejando. Levantei fui até ela tirei o shorts dela e comecei a enfiar nela, cada gemido que ela dava com o pau dele na boca eu enlouquecia com aquela cena. Levantei ela, pedi para que se virasse e sentasse no pau dele, eu a empurrava pelos ombros contra ele, fazendo com que ela sentasse forte, ela revirava os olhos de tesão. Sr. D virou ela de quatro no sofá e começou a meter nela de quatro, posição que ela adora ser fudida. Eu batendo punheta com aquela cena, me aproximei e enfiei todo, até o talo em sua boca. Ela lambia meu pau com uma vontade, voraz.

Ele falou que ia gozar, então ela pediu para ele gozar em sua boca, disse que queria todo o leitinho dele na sua boca. A Sra. F deitou no sofá o sr. D veio pela frente dela perto dos seus peitos e quando escorreu a primeira gota da porra dele me enlouqueci, vim por traz dele, levantei as pernas dela deitada e enquanto ele gozava em sua boca eu enfiava com força na buceta dela, soquei com vontade até eu e ela gozarmos juntos.Extasia total.

Nos limpamos e continuamos a beber vinho e conversar, todos pelados. Sr. D no safá, Sra. F deitada no chão e eu sentado ao lado dela. Olhando ela ali deitada satisfeita e sorrindo comecei a acariciar ela novamente e passar a mão em seus peitos e em sua buceta, ela abriu bem as pernas, pedindo mais. Chamei ele para experimentar chupar a buceta dela, pois ainda não havia feito. Ela tava adorando tanto ele chupando e eu os seus peitos que avisou que ia gozar:- Vou gozar na boquinha dele, posso? Eu disse:- Pode tudo o que quiser minha puta gostosa!

Quando ela começou a gozar e a gemer enfiei meu pau na sua boca. Deitei e chamei ela, agora vem gozar sentada no meu pau. Começou a cavalgar gostoso, eu abria bem seu rabo mostrando bem seu cú pra ele, quando ela estava prestes a gozar novamente chamei ele pra meter em seu rabo. Ele se abaixou e enfiou no cú dela, ela revirou os olhos, mas queria meu pau em seu cú. Levantou, pegou uma cadeira se ajoelhou de quatro nela e pediu, abrindo bem o rabo para eu enfiar em seu rabo, judiar dela como ela gosta.
Comecei a enfiar no rabo dele e ele batendo uma punheta, ela falando pra eu judiar do cúzinho dela e mostrar pra ele como ela gostava de ser judiada… Imaginem neh, logo gozei feito louco!!!!!!!Continua….

Rate this post