Fudendo o novinho passivo

Olá Sou profissional cabeleireiro há muitos anos já, aos 15 anos já era barbeiro e atendia exclusivamente o público masculino aqui na capital paraense. Esse conto faz parte de uma lembrança que vivi entre muitas e que me excita sempre que paro pra relembrar.

Eu tinha 17 anos e ja tinha uma boa carteira de clientes que gostavam de meu trabalho e lembro que uma vez atendi um Sr que levou dois de seus filhos pra cortarem o cabelo pela primeira vez no estabelecimento que eu atendia. Um era ainda bem pequeno (talvez uns 10anos) mas o outro embora bem novinho já era crescido e depois soube por ele mesmo que tinha quase 15.

Atendi os 3 e tudo foi normal. Um tempo depois eles voltaram pra um novo atendimento sem o menorzinho, atendi novamente e nada de anormal…apenas notei que o novinho era muito bonito com um rosto de príncipe europeu… os cabelos bem lisos e sedosos castanhos bem claros pele bem clara e um sorriso encantador. Sua voz estava em mudanças da puberdade e era meio grossa e fina ao mesmo tempo. O serviço foi concluido com sucesso e meus clientes saíram satisfeitos. Notei então que o garoto ajeitando os cabelos no espelho tinha um leve trejeito efeminado mas bem contido…o tempo passou , Mais ou menos uns 4 meses e eu loquei um ponto comercial pra eu trabalhar só (Pois onde eu atendia era de outros proprietários e eu era comissionado)..e equipei com o mínimo necessário pra atender com um cerrto conforto. Incluía um sofá bem macio…e depois descobri que ele se fez muito mais necessário que eu imaginava. Aí um dia andando pela.rua principal do meu bairro eis que vi a uns poucos metros a frente, o garoto que falei.

Ali ele ia segurando a mão do irmão menos que estava fardado da escola . Notei que seu andar era bem malemolente…que tinha um certo requebrado comprometedor e sexy…caralho!!! Isso me deu um tesão Tão rápido e intenso que estava incomodando…a escola era perto de onde eu tinha locado meu ponto comercial . Passou uns dias eles passaram na frente da barbearia e estava sem movimento pois já eram mais de 12 hs e todos fecham pro almoço no meu bairro. Eu eatava esperando chegar una quentinha fornecida por um pessoal de lá de perto..e aí me entregaram mais ou menos 13 hs .

Fiquei na porta segurando a sacola com a quentinha e de longe vi o novinho voltando com uma sombrinha aberta não havia quase transeuntes pela calçada. Quando chegou bem perto me viu e eu lhe dei um sorriso e ele retribuiu. Então o chamei e dei um aperto de mão e fiz minha propaganda do meu novo local de trabalho e o convidei a entrar e sentar e conversamos um breve instante e soube que seu pai havia viajado a trabalho pra Manaus e que passaria tempos pra voltar. Por Isso não foi mais lá cortar os cabelos pois a mãe achava longe pra ele ir só…e eu estava ansioso com pau latejando e comecei a elogiar seus cabelos e passar a mão suavemente.

Aí em disse “Vc ia almoçar agora era?” Falei que sim..ele disse ‘pode almoçar’ falei que pra isso teria de baixar a esteira pra evitar que clientes chegassem e eu não conseguisse almoçar em paz. Perguntei se não haveria problema deu fechar a porta com ele dentro…falou que não tinha não.. Fechei tudo rapidinho e desprezei a quentinha num balcão e sentei ao seu lado.no sofá . Perguntei pra ele “vc não tem tem medo de ficar sozinho aqui comigo?” Respondeu que não…então eu o acariciei na nuca e fiz um leve cafuné e me aproximei ainda mais dele.

E dei um abraço…senti que era bem cheirosinho e tinha a pele bem macia e falei isso pra ele que logo deu um sorriso lindo . Então eu o beijei no rosto e fui beijando mais mais perto do ouvido e depois desci pro pescoço e toquei em seus mamilos . Me levantei e o puxei pra ficar de pé e notei que estava excitadissimo. Lasquei um beijão naquela boca linda e macia e descobri que ele não sabia como agir coma sua língua..sem jeito de beijar ainda peguei sua mão e coloquei em cima do meu pau pulsando pela dança jeans mesmo eenquanto eu o abraçava e cheirava seu pescoço minhas mãos iam na sua bunda arrebitada e suculenta..estava ele com uma bermuda de tactel fui puxando ela pra baixo e quando cabia minha mão , invadi suavemente e estava muito quente sua pele. ..então tirei minha pica pra fora o o virei de Costa não fiz ele mamar pois meu desejo era o penetrar o quanto antes … então o deitei no sofá e tirei logo sua bermuda todinha e vi seu ponto duríssimo branquinho e poucos pentelhos ainda . Ele olhou bem fixamente pro meu e ai eu perguntei se ele já havia feito aquilo com alguém e me falou que só uma vez. Perguntei “com quem foi ” Me falou ” sabe aquele homem da igreja do lado da escola? Foicom ele ” ‘Mas foi muito rápido pq tinha gente perrto”.

Então eu encostei a rola na bundinha dele e forcei a penetração dei uma cuspida no seu anelzinho rosadinho e …Tchan…Passou a cabeça… ele começou a se contorcer e falar ” ai ai tira que tá doendo” falei ‘calma …vai parar’ aí deixei as duas pernas dele juntas e e as envolvi com as minhas pra ele não se remexer muito. Comecei a beijar sua orelha e mordiscar e falar que eu o desejava tanto desde quando o vi..e.ele foi relaxando e descontraíndo a bundinha e eu meti mais um pouco a pica joguei meu corpo pra cima dele e abri mais sua bundinha com as duas mãos e mais uma boa empurrada pra dentro…ele pipocou um grito dizendo ‘ai ai tira tira senão vou gritar porra eu tava quase pra gozar…então segurei a boquinha dele joguei todo meu peso em cima dele comecei a estocar mais forte…mais forte…mais forte…e enterrei tuuuudo. Caraaaaalho da gozada gostosa.

Por um instante fiquei sem ouvir sob a de nada tmnha vista ficou escura por uns segundos aí uma suadeira enxarcou minha camisa polo preta. E ele tava meio chorando embaixo de mim…Fiquei desesperado. Me coloquei ao lado dele e dizia ‘me perdoe…Por favor .não queria que vc ficasse triste…Eu perdi o controle porque Eu te desejava muito ‘…nunca foi assim antes com alguém ‘acho que me apaixonei por vc ‘ e o beijei na boquinha com vários selinhos…ele se acalmou me retribui os selinhos e ficou um pouco calado. Aí eu peguei em meu pau que tava mole já e senti um cheiro estranho . Vi que havia sujado a cabeça de caca…bem pouquinho então me levantei e puxei ele pra ficar pés e mostrei que poderia se limpar no banheiro .. peguei papel higiênico e eu mesmo limpei sua bundinha vesti suas roupas depois as minha. O abracei muito e pedi perdão de novo e perguntei sua idade…estava a 1 mês de completar 15 anos. Eu e ele ainda tivemos muitos encontros e ele se viciou em me dar seu cuzinho a ponto de matar aula pra ficar a sós comigo.por mais tempo. Já fazem uns 18 anos que isso aconteceu eles foram morar em Manaus e perdemos o contacto. Mas passamos uns quase 2 anos fudendo muito gostoso. Ele se chama Marcelo.

Rate this post