AULAS DE REFORÇO

Depois de ganhar a confiança dela e de sua mãe nas aulas de reforço, notei que ela estava “apaixonada” pelo professor aqui, ai fui dando corda e puxando assunto, até um dia que a beijei ela na boca…pronto, foi a senha pra deixar a menina louquinha por mim e sempre que ficávamos sozinhos na sala dela durante as aulas eu a pegava no colo, com o pretexto de ensinar melhor, de pertinho, ela adorava e já sentia minha rola dura em sua bundinha, a mãe dela nos deixava bem a vontade, ela dizia que queria ver a filha dela feliz, e notei que ela começou a ajeitar as coisas pra mim, deixava a gente sozinhos e logo passou a nos mandar estudar no quarto da menina, pra ficarmos bem “a vontade” e sem barulho. Assim eu comecei a ir mais fundo no plano de enrabar essa bundudinha, depois de beijar ela loucamente, comecei a descer e beijar seus “carocinhos” de peitos, ela se arrepiava toda, ai fui descendo pra barriguinha, beijava e chupava seu umbigo, ela ria e se contorcia também ai depois de beijar ele fortemente, desci até suas perninhas e a beijei todas suas coxas, sua virilha…
…ela se arrepiava toda até que…”abocanhei” sua bucetinha, por cima da calcinha mesmo, chupei, mordisquei…ela se abriu toda e facilitou mais ainda.

Neste dia a aula não rendeu nada foi só esse beija-beija e chupa-chupa,,, deixei ela louquinha de tesão. Fui embora com o pau pedrado de tesão e com medo também…pois já imaginava que ela contaria tudo que fizemos pra sua mãe e contou mesmo!! mas pra minha surpresa a dona Silvia adorou saber que sua filhinha foi acariciada, beijada e já estava sentindo tesão, pois no outro dia quando voltei, meio desconfiado até , mas assim que cheguei ela me mandou entrar toda sorridente e disse que a YASMIM estava no banho mas já vinha, falou que estava muito contente por eu dar um pouco de alegria a sua menina, ficamos conversando um pouco mas logo a menina desceu, enrolada na toalha e blusinha, tomara que caia! Quase tive um troço, me segurei pra não pular em cima dela ali mesmo. “mãe cadê minha roupa?

E entrou assim mesmo!! Ah, filha tá calor de mais, você não tá de shortinho? pode ficar assim tá, afinal você está em casa né, só tá a gente aqui!!! Ela já largou a toalha e sentou no canto do sofácom um shortinho colado e uma blusinha tomara que caia… ai sua mãe foi saindo e disse que iria lavar o quintal e a gente poderia subir pra estudar lá em cima se quiséssemos..tá mãe, a gente vai já, falou isso e veio pra meu lado mostrar seu celular, ai já puxei ela pro meu colo pra ver de perto seus joguinhos e fui passando a mão boba naquelas perninhas e bundinha…ai ela já me chamou pra subirmos,, assim que subi já catei ela no beijo..beijei sua boquinha locamente, fui descendo as peitinhos de novo, beijei sua barriguinha ,desci mais um pouco e…já arranquei seu shortinho com a boca e chupei sua bucetinha lisa esfomeadamente, ela se contorcia toda, chupei seu grelo até ela se peidar de tanto tesão ai conforme ela foi gozamdo eu comecei a dedilhar o cuzinho dela…que cuzinho apertadinho, parecia que ia cortar meu dedo de tão apertado, já fiquei imaginando a dificuldade que iria encontrar pra enfiar meu pau naquele pequeno orifício bufante, mas eu iria comer aquele cuzinho sim, nem que seja na marra mas ia… ai fiquei dedando, dedado e depois lubrifiquei bem seu cuzinho com seus líquidos, depois besuntei com gel kay (tinha levado no meu bolso), ai tirei meu pau pra fora e coloquei bem na entrada de sua bucetinha e fiquei pincelando, pincelando ela ia a loucura forçava seu corpinho pra cima pra eu penetrar ela, mas na verdade eu não iria quebrar o cabacinho de sua bucetinha não, eu iria deixa-la virgem na bucetinha, pelo menos por enquanto, porque era seu cuzinho que eu queria comer primeiro, aquele rabinho já estava com seu destino traçado: seria penetrado até o talo, comido na rola, seria traçado e esfolado na ponta da minha pica dura e assim o fiz, chupei fortemente seu cuzinho e apontei o pau bem no olho do cuzinho dela ai forcei, forcei e CRAW!! ENTROU a cabecinha ela se esperneou mas eu a segurei PSSIUUU!!, e não me contive: fui afundando polegada por polegada no cuzinho dela, ela se esperneou, tentou escapar do espeto, mas não teve escapatória: a pica foi forçadamente até a metade…ai parei um pouco e fiquei bombando, bombando, como eu queria mesmo atolar até o talo naquele cuzinho, mas sabia que ela não aguentaria ainda e assim comi seu cuzinho pela metade durante uns dez minutos. Gozei como um touro no furico dela, deixei ele roxo e avermelhado de tanto bombar, mas ainda não foi preenchido todo, pois isso eu fiz na próxima vez.

Leia mais contos de professor

Compartilhe com seus amigos:

1 comentário em “AULAS DE REFORÇO”

Deixe uma resposta