Bela Praia

Ola a todxs, me chamarei aqui de Lua, tenho 28 anos estou casada a 8 anos, com um maravilhoso marido e cúmplice nas minhas loucuras, ele é mais velho tendo 34 anos e me soltando cada vez mais aos prazeres da vida, esse é meu primeiro conto, vou contar histórias aleatórias para quem sabe um dia vire uma sequencia, tenho 1,79 “estou” Loira, 77 kg, seios medianos mas com uma bela bunda q finaliza com minhas pernas bem torneadas gracas a muita academia, me acho, ele ainda mais, que sou bem GOSTOSA, ele tem 1,84, 80 kg careca, bem gostoso também. Vamos ao conto que é verdadeiro.
No começo do ano ele me chamou para irmos para praia com um casal de amigos dele do serviço, aceitei na hora, louca pra retocar minha marquinha q fico deliciosamente gostosa com ela.
Chegou o sábado o casal nos pegou em casa e fomos, um casal super agradável mas que não me interessou muito pela aparência, imaginei que seria só nos naquele fim de semana, meu marido levou a barraca para acamparmos, enquanto o casal alugou uma pousada, ele montou rapidamente e partimos para água, sai já de biquíni da barraca que já chamou atenção do Camping inteiro, como sou alta a atenção já é de imediato agora com um micro biquíni branco que ficava todo atolado no meu rabo era chave de ouro para um exibicionismo magico, o tarado do meu marido vem por trás e atola a mão na minha bunda que as pontas dos dedos quase penetra na minha buceta, pronto, show ao vivo pra todos q viram aquela cena. me molhei na hora. enquanto meu marido pegava umas cervejas e uma porcão de camarão que amo, fui ate a água para me banhar e pegar um sol tempo suficiente pra dois garotos se aproximarem e perguntarem se queria companhia, tive de dispensar (por enquanto) mas dei uma analisada no pau deles com os olhos e sem querer esbarrei minha bunda em um deles que instantaneamente meus biquinhos mostraram disposição chamando mais atenção deles, mas me controlei e fui em direção ao meu marido que só observava.
– já ta de putaria ?
– você não gosta? perguntei de volta
– vai brincar com eles ?
– mais tarde quem sabe. respondi pegando uma lata e aproveitando pra empinar ao máximo meu rabo que daquela visão que meu marido estava dava pra ver que as duas laterais do meu cuzinho ficavam pra fora do tecido do biquíni.
Ficamos ali batendo papo comentando sobre homens e mulheres que passavam, que de repente me passa um casal lindo ela uma delicia com peitinhos perfeitos com o balanço da caminhada dela parecia me chamar, ele todo sarado com cara de puto meio boyzinho mais serveria por uns minutinhos mais ficaram me olhando e eu retribuindo ate que o pau do cara começa a dar sinal de vida a mulher dele percebendo começa a rir a passa a mão na rola dele tipo um carinho pra ele voltar a ninar que só piorou as coisas era só o que faltava para a puta de dentro tomar o controle de mim que imediatamente chamo meu marido para entrar na água.
– espera terminar essa lata, se não vai esquentar.
pego no seu pau e respondo
– preciso de um pau agora na água, não precisa ser esse.
Assim que termino a frase a bermuda dele esta no calcanhar ele indo em direção ao mar deixando eu pra trás, assim que gosto um pau obediente, ajeito o biquíni que sem querer para arrumar tenho de afastar ele pro lado deixando minha bucetinha lisinha a vista de quem quisesse ver e já vendo que ela esta pingando de tesão.
Fomos para uma parte sem muita onda, com poucas pessoas e melhor sem crianças então lugar perfeito para me acalmar em uma rola, começo a beijar meu marido que já atola a mão na minha bunda abri ela que sinto a água fria do mar no meu útero, pau dele meia bomba começo a punhetar e dizer algumas besteiras que sei que acelera o processo.
– Amor, posso dar pra você pensando naquele cara que passou por nos ? capricho na voz de puta que parece que ele já se desfalece em um transe longo
– E o que você queria fazer com ele ? ele responde dando mais corda para nossa mini historinha.
– Queria sentir aquela rola crescendo na minha boca, ate as bolas acertarem meu queixo enquanto puxo ele pela bunda pra cima de mim.
– Nossa assim você vai se engasgar. ele sabe do que eu gosto.
– Que delicia aquela rola na minha guela e eu babando maravilhosamente nela, enquanto a mulher dele brinca no meu rabo.
Pronto precisava de mais nada ele já estava quase gozando, então fico de costa pra ele que enfia a rola na minha buceta, que já estava gritando por isso, não fomos muito discreto e as pessoas começam a olhar minha cara não nega que estava a loucura com a tora do meu marido na buceta na frente de todos e começo a cariciar meus peitos tentando disfarcar algo que já estava evidente.
– nossa que buceta deliciosa que você tem. ele diz procurando ouvir mais sacanagens
– Usa bastante, fode com força não sei se a noite estarei na sua barrada. Disse gemendo deixando no ar se iria vistar meus amigos ou aquele casal a noite.
– Você eh puta mesmo, louca por rola.
– Adoro ser elogiada, elogia mais
– Sua vadia, sua puta vou te arregaçar piranha
– Seu puto vou gozar na sua rola, fode mais.
So que dessa vez um casal estava perto e ouviu e riram sera que acharam que eu ia parar ? acharam errado
Virei de frente pra ele já tinha gozado gostoso em seu pinto e começo a esfregar meu grelo no seu pau sentindo uns choquinhos deliciosos q maravilha
comecei a punheta-lo dizendo.
Quero uma rola diferente hoje, deixa eu sentar em outra vara.deixa eu rebolar gostoso hoje, depois te mostro o estrago que ficara minha buceta e se for merecedor do o cu pra você também.
– Vai da o cu pra outro ? quase não ouvi tão em transe que ele estava
– vou meu corninho e vou levar ele pra você foder cheio de porra de outro, vai querer meu rabo arregaçado e gozado por outro ?
Ele nem respondeu só senti aquele leite quente espalhando na mão que levei a boca imediatamente para beber pelo menos um pouquinho.
Ironicamente olhamos ao redor o casal que antes ria agora estava em uma maravilhosa punheta um pro outro, ajudamos um casal kk
O fim de semana foi bem proveitoso, se gostarem entre em contato [email protected] que continuo com mais detalhes. Foi meu primeiro conto.

Deixe uma resposta