comendo a enteada novinha de meu amigo

Um dia estava descendo as escadas do prédio onde morava e vi um pessoal mudando, e mais tarde descobri que eles mudaram para meu andar, eram uma menina de uns 16 anos loirinha magra mas com um corpo lindo, e adorava roupas curtas e cabelos na cintura, e tinha um padrasto bem alto e negro, e sua mãe uma mulher loira e gordinha mas ate bonitinha, depois fiquei amigo de seu padrasto quando fui levar meu carro em uma oficina, e para minha surpresa ele trabalhava ali, e conversa vai e conversa vem, ele acabou me convidando pra assistir uma partida do brasileirão em seu apartamento, chegando lá sua esposa me recebeu com um sorriso no rosto e sua enteada também me cumprimentou, estava com um shortinho curto e mostrando um pedaço de sua bunda, nossa que tesão, após uns 4 meses estávamos muito íntimos eu ia lá e eles viam no meu apartamento, o fato que aconteceu foi que resolvi fazer uma reforma no meu apartamento e meu amigo me ofereceu pra dormir lá com eles, por causa do cheiro da tinta e meu amigo sabia que eu sou muito alérgico, chegando o dia levei meu colchão e ele me disse que podia dormir no quarto de sua enteada, eu perguntei onde ela iria dormir, ele disse lá também, você dorme no chão e ela na cama, eu fiz sinal afirmativo e organizei a cama e fui assistir filme com eles, em um dado momento eu peguei no sono e despedi e fui dormir, quando estava quase pegando no sono ela entrou e fechou a porta e trancou, eu pensei porque ela trancou, fingi que estava dormindo e ela acendeu a luz e tirou seu short e sua camisa e seu sutien e colocou uma camisola fina, nossa nem acreditava no que eu via, meu pau começou a ficar duro e como estava com um short curto e sem cueca, porque gosto de dormi sem cueca, ai o volume foi subindo, ela olhou e percebeu o tamanho do pauzão, percebi que ela ficou parada por um momento olhando e alisando sua buceta, ela apagou a luz e disse boa noite, eu não respondi, pra ela poder achar que estava dormindo, ela disse nossa ele já dormiu, os homens são estranhos dormem e o pau fica duro, deu uma risadinha e foi deitar, por volta mais ou menos de umas 4 horas da manhã eu acordo com um gemidinho, e uma respiração mais forte, estava escuro o quarto e ouço ela gemendo, achei que estava passando mal, levantei de uma vez e acendi a lanterna do celular e vi ela batendo uma siririca, nossa que buceta linda com pelinhos, nossa isso me da maior tesão, ela fechou as pernas assustada e pediu desculpa por ter me acordado, eu disse ta tranqüilo o ruim que você me deixa com tesão e com vontade de chupar sua buceta, ela disse pode vir, ai cai de boca no meio de suas pernas e percebi que sua buceta estava bem suada, nossa ela era toda pequena mas tinha uma bucetona, eu chupei aquela buceta com gosto de inocência e enfiava o dedo e percebi que a safada era nova mas já tinha dado a buceta, eu atolava o língua dentro dela e lá dentro mexia com a ponta da língua deixando ela louca, só vi que ela gemeu e gozou em minha língua percebi o aumento de seu melzinho e engoli tudo, homem de verdade não tem nojo de buceta, chupa com vontade, eu sou tarado por chupar uma buceta, ela me pediu pra mamar meu pau e peguei ela pelos cabelos e levei o rosto dela ate meu pau, atolava meu pauzão todo dentro de sua boca até sua garganta, ela sabia chupar, parecia profissional, eu não agüentei e gozei muito e a putinha engolia cada gota deixando meu pau limpinho, e com o tesão que eu estava meu pau ainda continuava duro, nós pulamos para o chão e atolei meu pau dentro de sua buceta que entrou escorregando porque ela estava melada, e enquanto metia nela eu beijava sua boca e chupava aquela língua gostosa, nossa estava tão maravilhoso e mágico que não queria que acabasse nunca, ela gemeu em meu ouvido e disse nossa cachorro estou gozando denovo, puta que pariu você fode gostoso demais, tirei o pau de sua buceta e fui metendo a língua denovo dentro de sua bucetona e chupava seus peitos com força e mordia de leve seus biquinhos e ela enlouquecida dizia seu vagabundo meu macho fudedor come sua puta, hoje sou sua putinha, nossa ela estava louca virei ela de costas e fui lambendo seu pescoço e o meio de suas costas até chegar com minha língua molhada até o rego de seu cuzinho, metia a língua sem dó em seu cuzinho, metia o dedo dentro de sua buceta, enquanto dava linguadas em seu cuzinho, virei ela de uma vez de frente e esfreguei sua buceta em minha cara, passei aquela bucetona no nariz e no rosto todo, fiquei todo melecado de buceta, estava muito tarado e levantei suas pernas toda ate seus ombros e meti meu pau de uma vez que ela tentou segurar e fui metendo com tanta força e velocidade, que ela quase desfaleceu, e disse assim vai me deixar arrombada, eu só queria fuder aquela buceta branquinha e gordinha, ela dizia devagar e eu dava tapas em sua cara e falava cala boca putinha hoje você vai entrar na pika de um macho de verdade, ela gozou várias vezes seguidas entendi que ela estava tendo múltiplos orgasmos, coloquei ela de quatro e fui pincelando meu pau toda babado de sua buceta em seu cuzinho e fui atolando, ela dizia ai não, nunca dei meu cú, eu disse hoje você é minha puta, e travei ela nos meus braços e fui metendo devagar e sua buceta babava de tanto tesão, foi quando ela disse fode este cú seu safado, come esta novinha velho tarado, então meti com vontade e enchi seu rabo de porra, depois ela saiu despistada e foi banhar, depois eu fui também, ela deixou a porta aberta e meu amigo entrou e me deu um toque e disse fica a vontade vou trabalhar e volto pra almoçar qualquer coisa cuida da minha enteada, mas ela só acorda depois de meio dia, assim que ele fechou as portas eu subi em sua cama e ela ainda sonolenta, eu comecei a beijar aquela boquinha daquele anjinho, nossa estava tão bom, ela me disse você também é carinhoso, eu disse agora quero só curtir um momento com você, eu já te fudi, agora quero fazer amor e te dar dengos, carinhos e mimos, tirei sua calcinha e chupei por muito tempo sua bucetinha, e subi e fui beijando ela enquanto meu pau foi deslizando para dentro dela, ficamos beijando e o pau metendo devagar, pude sentir cada pedacinho dela engolindo meu pau, nossa era algo indescritível, eu a beijava, beijava seu pescoço, e chupava seus peitos enquanto metia tudo dentro dela e ela me abraçou forte e disse nossa amorzinho estou gozando, vai mete e não para não, e como estava segurando um bom tempo eu disse me solta que vou gozar, ela disse quero que goze dentro de mim quero sentir seu leitinho quente dentro de mim, e assim gozamos juntos e foi incrível, eu todos os dias de minha reforma ia lá e fudia ela, e depois fazíamos amor, apaixonei por ela mas ela não queria nada serio, disse que só gostava de minha pika e meu jeito de fuder ela, mesmo assim sempre ela ia em meu apartamento dar pra mim, e ficamos assim até o dia que eles mudaram dali e nunca mais tive contato. Queria contato de mulheres que adorariam um homem que sabe fuder e fazer amor, de preferência para algo duradouro ou futuro casamento, me envie um email com seu zap e DDD e responderei a todas, vou te levar a loucuras e te fazer você sentir orgasmos mais incríveis e mágicos, quero alguém pra amar muito e proteger e vivermos uma linda história de amor, mas só alguém que adora uma pika grande e um homem intenso na cama , este conto é real. Mas manda o zap com DDD posso viajar. Meu email [email protected]

Deixe uma resposta