Conto de Feitiche: A coroa gostosa

Olá pessoal, tenho 58 anos… Há um ano e meio atrás conheci um pastor muito amigo meu que tinha uma Coroa linda uma mulher maravilhosa morena cabelos compridos uma bunda espetacular sempre que conversava com ele ele sempre me falava de sexo sempre me falava da sua esposa que era muito bonita que era uma mulher quando era mais nova tem um fogo impressionante o certo dia ele marcou na sua casa um churrasco e me convidou só eu ele e a sua esposa mas logo em seguida quando entrei na sua casa vi aquela mulher espetacular linda maravilhosa sorridente muito simpática já logo aqueles seus olhos nos peitos naquela bunda linda um vestido longos e fiquei imaginando tudo aquilo que teria ali por baixo bom em seguida o Meu amigo pastor disse que iria resolver uns problemas daqui a pouco voltaria e isso levou uma hora e meia e eu fiquei com ela fazendo alguns elogios essa mulher de repente ela senta do meu lado no sofá e eu começo a observar que ela estava de olho no meu pau falei para ela você é muito linda que boca que os olhos lindos e comecei fazer carícia no cabelo dela daqui a pouco ela deitou no meu colo já tirou meu pau que já estava duro colocou na boca chupa o feito uma louca e dizia para mim que pau gostoso você tem e começou a bater punheta para mim e me chupar de repente ela tirou aquela roupa que corpo lindo que coroa linda maravilhosa eu vejo tudo aquilo uma buceta lisinha eu comecei a chupar aquela buceta e ela gritava feito uma louca dentro de casa….

Só eu e ela naquele lugar sabendo que o seu marido não voltaria porque eu tive a impressão que ele tinha fantasia de que algum homem começo a sua mulher e ela depois contasse para ele porque ele demorou muito e ela gritava me fode não precisa se preocupar que ele não veio tão cedo e eu enfiava rola naquela buceta e ela dizia “vai me come me fode gostoso come ela de todos os jeitos” .

Então pedi para ela que eu queria comer o seu cuzinho…. ela dizia que não que era pecado que Meu marido nunca comeu e eu fui esse assistindo assistindo quando ela Estava com muito tesão ela dizia vai comer seu cuzinho é seu eu vou deixar um homem comer isso aqui pela primeira vez eu sou mulher de um homem só agora sou sua puta sou sua cachorra me fode ela gritava feito uma louca e eu também feito um louco naquele sofá maravilhoso somente eu ela e ela implorava vai me come me fode de todos os jeitos sou sua puta e eu comendo aquela mulher e ela implorava para gozar dentro dela queria que eu enchesse ela de porra e falava faz o que o meu marido nunca fez comigo Depois de uma hora e meia que eu estava metendo com aquela coroa linda maravilhosa eu ouvi o barulho do carro chegando era o seu esposo e ela dizia para mim não se preocupe, quando ele entrou dentro de casa ele perguntou para mim: “tá tudo bem?” , eu falei, “está tudo bem pastor”… e perguntou para ela: ” e você meu amor como é que está?” … deu um beijinho na boca dela deu aquele sorriso de lado que eu tive a impressão que isto era uma fantasia daquele homem que parecia ser tão direito mas provavelmente a fantasia dele era que um homem comece aquela puta gostosa uma morena linda e eu fui privilegiado ficamos horas conversando eu ele e ela,sentada do meu lado e do lado dele ela tinha hora q ela olhava mim eu olhava para ele tive a impressão que os dois queria fazer amor entre nós três mas aí eu não tive coragem estou aguardando um outro tempo somos muitos amigos hoje eu moro em uma cidade e eles em outra…. quero que se tiver alguém q está lendo este conto e tem uma esposa safadinha e crente que goste de uma rola de um coroa entre em contato comigo que eu estarei à sua disposição pronto para para comer ela…

Quem quiser ver as fotos eu tenho foto daquela bunda gostosa daquela buceta eu envio porque eu tirei. Agora neste mês, o pastor vai vir aqui para na minha cidade e já me avisou que gostaria de vir na minha residência junto com ela provavelmente vai me oferecer de novo aquela bucetinha logo eu contarei para vocês quem quiser foto só manda o seu e-mail que eu envio do meu pau e daquela buceta….

Deixe uma resposta