SONHO ERÓTICO

Sonhei que tinha ido fazer fisioterapia e lá chegando eu de cadeira de rodas encontro a fisioterapeuta com um vestidinho preto de alcinha na porta, ela me cumprimenta com um:
— Boa tarde seu M – ao que retruco
— Boa tarde S – e ela diz para a minha acompanhante:
— Pode deixar que eu levo ele. As duas se despedem e ela pega a cadeira de rodas e vai levando lá pra dentro, e eu olho para trás percebo dois melões pronto para serem colhidos quando ela se arca, pois a mesma está sem sutiã. Ah ela tem 1,75 cm, loira, olhos castanhos, um seios médios e uma traseira levemente empinada.
Chegamos no final do corredor e adentramos na sala onde se realiza a sessão de fisioterapia, lá chegando ela me ajuda a passa da cadeira para uma maca improvisada segurando a cadeira para não virar. Após isto ela se vira e diz:
— Vou busca o aparelho para medir sua pressão, está muito quente hoje seu M – ao quer retruco:
— Com o calor de hoje tenho vontade de tira tudo e fica nu, não acha S? – ela dá uma risadinha e diz:
— Se preferir pode tira a camiseta – ao que eu pego e tiro, e ela vai pegar o aparelho, na volta ela senta do meu lado eu sem camiseta e ela de vestidinho preto. Tira o aparelho e mede minha pressão dizendo:
— Está um pouco alta seu M – e eu digo:
— É a excitação de ver um mulher bonito, passe a mão no meu peito anjo.
E ela passa a mão e diz:
— Que delícia – e eu digo:
— Que vontade de passa a mão nos seu seios. – e ela diz
— Pode passa, eu deixo – e eu manuseio os seios e digo:
— Que coisa gostosa S – ela diz:
— Vamos pro chão fazer os exercícios – eu vou pro chão e ela pega o colchonete e coloca no chão e eu tiro meu membro pra fora, realizo o exercício quando chega o exercício posição de assalto ela vem por trás pega meus braços levanta, ela olha e diz:
— Nossa que grande – ao que eu digo:
— Deixa eu chupa eles, vai deixa.
— Está bom eu deixo, mas tem duas condições.
— E quais são estas duas condições, quais são??
— A primeira vamos sair daqui e volta para a maca e a segunda é de… de… eu toca e me divertir um pouco chupando, vendo que tamanho ele fica.
— Está bom – digo eu e fico ajoelhado, ela pega o colchonete e coloca na maca, vai pega o travesseiro coloca e eu me deito antes tiro o tênis. Eu digo:
— Pronto condições cumpridas.
— Posso brinca um pouco, posso!!
— Pode sim.
E, ela rapidinho tira os seios para fora e se aproxima de mim, eu começo a chupa lambe e mama; ela começa a toca uma, e ela diz:
— Nossa que gulosa, me dá um beijo amor antes de começar a chupa você.
Eu beijo ela com um beijo francês, ela retruca:
— Que delicia de beijo – ela se abaixa beija meus peitos, minha barriga e quando chega ela engole meu membro e inicia um delicioso boquete nele, chupa lambe mama ao que eu digo:
— Assim eu não aguento vou gozá.
Ela diz
— Quero leitinho mesmo – eu gozo e ela continua chupando até deixar ele duro de novo, ai ela diz:
— Quero transa com você – eu digo:
— Quer, pois quero chupa você inteira, vamos fazer um 69.
— Como???!!!
— Eu chupo você e você me chupa, simples assim.
— Está bem – ela ergue o vestidinho preto e mostra a gruta enorme, sendo que antes ela retira a calcinha fio dental, ai ela vem e senta começamos um chupa chupa violento até que ela goza na minha boca, eu com o membro duríssimo, e ela diz:
— Vou tira tua bermuda e tua cueca, posso!
— Pode sim – e ela arranca minha bermuda e junto minha cueca, e ela estica bem minhas pernas comigo nu, faz todos os alongamentos e eu faço todos os demais exercícios nu, ai eu sento na maca nu ela vem, senta no meu membro enfiando meu membro na gruta dela começando a rebola, eu torno a chupa os seios dela e beijo a boca com gosto de meu leitinho e ela toma do próprio melzinho dela. Ela rebola, rebola até que eu não aguento e gozo na gruta dela. Ai ela levanta com resíduos de porra na gruta e ela limpa meu membro com a boca deixando ele bem limpinho.
Num próximo conto, vou narrar como ganhei o direito de enfiar meu membro atrás, depois de contar este sonho para ela transformando sonho em realidade.

Compartilhe com seus amigos:

Deixe uma resposta