O Coroa do Bate Papo Uol

Eu o conheci no chat da UOL. Ele dizia ter ter 45 anos e tal idade me passa muita segurança (e claro muito tesão). Isso se deve ao fato de que o primeiro a me comer ser um homem na mesma faixa etária, porém isso fica reservado para outro conto, onde relatarei o dia em que fui descabaçado.

Eu sou um homem branco de 47 anos, 1,86 metros e 106 kilos com um bundão de 103 cms. Após conversarmos bastante na sala, trocarmos telefones, marcamos um encontro. Devo confessar que estava bastante ansioso, e até com um certo receio, porém assim como havia prometido ele honrou sua palavra e veio ao meu encontro.

Ele era exatamente como eu imaginava, com o “plus”de que era um verdadeiro cavalheiro. Nos dirigimos até um local agradável, bem próximo de onde nos encontramos e nos assentamos por algum tempo. Pedimos um suco e após nos falarmos bastante, sorrirmos, e trocarmos muitas declarações, fui convidado a conhecer seu apartamento em um bairro da zona Sul de São Paulo.

Eu estava meio inseguro, porém ele tratou de me acalmar assim que entramos em seu apartamento me dando um forte abraço. Tiramos nossas roupas e ele foi para o banho. Eu estava de frente para a porta do banheiro aberta e ao ouvir sua voz me chamando não me contive ao contemplar aquela cena maravilhosa: uma pica enorme ereta toda molhada me chamando. Tratei de atender o chamado e fui sem vacilar para o chuveiro onde novamente fui abraçado e acariciado. Ele me virou de costas, pegou um sabonete e enfiou no meio da minha bunda carnuda. Eu, sabendo do nosso encontro, havia raspado toda a minha bunda. Ele adorou a surpresa e começou a dedar meu cuzinho que sem água já estava molhado, imagina debaixo do chuveiro…

E apertava e sarrava toda a minha bunda…já estava quase gozando quando ele tirou a mão do meio do meu rabo. Então segurei com firmeza sua grossa vara, que estava explodindo e coloquei no meio da minha bunda como se fizesse um cachorro-quente. Fiz os movimentos de vai e vem me esfregando naquela pica grossa e dura. Ele saiu do chuveiro, se enxugou e eu continuei um pouco mais no banho. Não aguentei ficar muito tempo longe do pau gostoso dele.

Fui direto pra cama e cai de boca naquela maravilha. Ele pediu para que eu jogasse minha perna por cima e começou a chupar o meu cu. Nisso eu fui as nuvens! Fazia muito tempo que não sentia uma língua em meu cuzinho,e a dele, era sedosa e deslizava deliciosamente.…quase desmaiei. Mas continuei a chupar, mamar, acariciar aquela coisa grossa…um verdadeiro poste. Peguei em sua mão fazendo com que ele batesse na minha bunda. Paramos um pouco, pegamos uma camisinha e continuei mamando o seu pau agora com esse plastico chato.

Fiquei de quatro e ele jogou seu peso em cima de mim me deixando deitado na cama e metendo no meu rabo. Gemi muito! Nunca haviam enfiado com tanta força. Ele ficou preocupado, mas pedi para continuar. Ele tirou um pouco, me colocou de quatro e meteu novamente. Foi um vai e vem alucinante! Eu só fazia gemer, dar gritinhos como uma puta no cio. Ele ouvindo meus gritos ficou entusiasmado.

Tirou a camisinha e me colocou deitado de frente. Abri as pernas e ele, após colocar nova camisinha, meteu com mais força. Agora fazendo o delicioso frango assado,a apertava o corpo dele contra o meu com as minhas pernas fazendo com que enfiasse mais forte, mais fundo. Se resistir mais eu suplicava entre gemidos e sussurros: “…me fode…me come…arromba meu cu…” Eu gritava.

E ele continuou metendo e, ao sentir que ia gozar, tirou seu pau e gozou na minha barriga. Fiquei todo melado e espalhei a porra por todo o meu corpo. Depois de correr pro chuveiro e se lavar, voltou e dessa vez me colocou de lado metendo novamente. Foi realmente delicioso! Tenho algumas taras que infelizmente ainda não realizei, como dar dentro da boleia de um caminhão ou dentro de uma piscina. Se você gostou de mim e quer me comer gostoso, entre em contato adoro ser feita de putinha, safada, sapeca, e raspadinha…você vai adorar minha mamada!

[email protected]

Deixe uma resposta