Praticando inversões pela primeira vez

Olá, me chamo Alex ( Fictício) tenho 23 anos, sou branco e meio cheinho, já minha esposa se chama Jessica (Fictício) , tem 23 , morena , baixinha e bunda gorda.
Estamos juntos já tem 5 anos, com o tempo a magia do sexo começou a meio que sumir, ela quando fica bêbada fica tarada, mas quando realmente rolou ela estava sã, mandamos nossa filha pra escola, tomamos um banho e enquanto ela arrumava algumas coisas eu subi para nosso quarto, devido a uma noite mal dormida, eu deitei pelado na cama e acabei adormecendo, foi aí que rolou, me lembro que comecei a sentir uma sensação gostosa e quando me dei conta tava ela lá, de quatro na cama com a boca enfiada no meio do meu bundao, tomei um susto , perguntei pq ela tava
fazendo aquilo e ela me respondeu: ” acho que seria legal a gente inovar, e lembra que eu sempre falo que sua bunda é igual de mulher? Me deu tesão quando puxei o cobertor e vi esse rabao gostoso pra cima”
Falei que achava estranho mais a putaria dentro de mim falava mais alto, foi quando topei e perguntei o que ela queria, ela se jogou na cama e mandou eu montar na cara dela, começamos fazer um 69, ela abria minha bunda e passava o dedo no meu cu cheio de saliva, enquanto isso tava com minha pica na boca, e eu lá chupando a buceta dela, foi quando suspendi as pernas dela é comecei a chupar o cu dela, e ela falou “ah É? Então vou fazer o mesmo
com o seu” e começou a enfiar a língua, ficamos ali por vários minutos um chupando p cu do outro, ali eu já havia me entregado, sentei na boca dela e decidi olhar para trás, me deparei com a linda imagem dela com um olhar malicioso e eu via minha bunda sufocando ela , comecei a brincar, ela falou algo e eu não entendi, pedi pra ela repetir e quando ela foi falar novamente eu sufoquei ela com meu cuzao e dizia: “Oi Jessica? Não tô conseguindo ouvir, fala de novo bb” e a filha da puta começou a sugar meu rabo, quando voltei a boca para o cu dela senti ela enfiando o dedo no meu cu, olhei pra trás e falei, “Vai fuder o meu é? Então vou fuder o seu também ” quando me dei conta cada vez que ela aumentava um dedo eu colocava a mesma quantia dentro daquele rabo dela.

Quando achei que ela estava cansada e fui sair de cima ela puxou meu rabo e encaixou a boca , eu sentia a língua lá dentro, fiquei louco , percorri um pouco mais do seu corpo , ainda como se tivesse montado em um cavalo, só que minha bunda continuava apontada pra ela, botei meu pau entre as coxas dela, e comecei a cavalgar sarrando meu pau naquela buceta, quando mais eu sarrava eu automaticamente cavalgava e sentia minha bunda batendo palmas pra ela, olhei para trás e perguntei se ela tava gostando, ela com um sorriso malicioso disse que tava amando ver um rabao branco pulando nela , falou que queria ter um pau pra me comer , aí falei, já que não tem pau vem com esse dedo gostoso fuder meu cu, ela respondeu: “e quem disse que esse cu é seu?”
Enfiou o dedo do meio no meu rabao, mandou eu continuar cavalgando e ficava me chamando de putinha dela, acabei gozando em cima da xota dela, ela me botou pra chupar minha porra na buceta dela, e depois me colocou de quatro pra chupar a porra que ainda escorria do meu pau, e pra chupar meu cu por mais algum tempo kk
Teve outra coisa que rolou, mais tô sem tempo de contar agora, se gostarem dessa eu posto a outra 🙂
Até mais.
Ps: desculpem se houveram erros de português, ou mal uso de vírgulas e pontos nas frases.
O post Praticando inversões pela primeira vez apareceu primeiro em Meus Contos Eróticos.

1 comentário em “Praticando inversões pela primeira vez”

Deixe uma resposta