Uma história de muita orgia da minha vida

Olá irei usar nomes ficticios para essa história…
Meu nome é “xx” , mas, na verdade meu nome é “xy”, esta é a minha história, de como um casal pode fazer a diferença na vida de um pobre garoto…
Bem, desde novinho fui um garoto de baixa renda, criado pela avó e duas irmãs mais velhas, não tive muita orientação, já que meu pai nos deixou e minha mãe teve que se virar para nos sustentar, tive muitas lições de vida.
Fui um garoto tranquilo, pobre, negro e com a minha primeira experiência sexual um troca troca de dedinhos no cuzinho com um amigo numa brincadeira ao meus 18 anos…
Certo dia estava no banheiro da faculdade, presenciei um garoto sendo enrabado por dois adolescentes, na última porta dos banheiros, um ele mamava e o outro o comia por trás, fiquei olhando pela greta do banheiro ao lado muito excitado.
Depois de terminado, não resisti e fiz amizade com o garoto piranha…. Ele era branquinho, baixinho dos olhos castanhos, com rostinho sardento e cabelos cor de mel. Perguntei a ele se tudo bem e ele me respondeu com um sorriso safado: “Tudo ótimo!”.
Depois desse dia eu e ele ficamos amigos inseparáveis, percebi que os garotos mais velhos gostavam dele, ele era muito safado, discreto e corajoso..
Na convivência com ele fui tomando coragem e um dia um dos seus “amantes” queria que eu chupasse junto com ele, não perdi a oportunidade e logo estávamos nos dois satisfazendo outros garotos…
Ele e eu ficamos amigos de frequentar a casa um do outro, claro, na minha só havia mulheres e na dele um irmão mais velho chato que desconfiava de nós….
Ele não era rico mas de classe media, e como era baixo e delicado os outros garotos sempre preferiam ele, pois, eu era negro, magrelo e cumprido, mas, aguentava mais rola que ele….
Assim fomos convivendo, dando pra um para outro e na minha casa minhas irmãs desconfiavam de mim, pois algumas roupas delas sumiam misteriosamente kkkkk.
Já éramos gays quase assumidos e conseguimos um estágio em uma agência…. Nessa época, minha avó já me apoiava no meu homossexualismo e minha mãe fingia não perceber junto com minhas irmãs….
Meu Melhor amigo e outro amigo já eram assumidos da faculdade, nem fazíamos questão de esconder também. Uma vez minha avó foi chamada pois fui pego de batom com as minhas amigas…
Meu melhor amigo enfrentava uma situação um pouco mais simples na sua casa já que sua mãe o protegia e fazia suas vontades, por acredito eu e ele por seu pai ter ido embora e seu irmão ter se casado…
Bem, eu era um pouco alto, sobrancelhas finas quase igual uma puta dos anos 50 e usava muito brilho nos lábios e calças apertadas com detalhes (a verdade roubei uma calça da minha irmã que me deixava com bundao)….
Meu amigo já usava roupas quase femininas, iamos para sua casa nos depilar, fazer sombrancelhas, vestir roupas femininas e nos maquiar e claro falar dos deliciosos…
Em um belo dia fui transferido de seção para uma um pouco menor, em que havia somente a chefe e uma ajudante.
Nessa seção conheci a minha chefe, uma mulher negra alta e muito elegante e cheirosa.
Muito rispida e educada, na seção ao lado trabalhava seu marido um, homem cheiroso, mulherengo um pouco mais velho de uns 45 anos, belo corpo e lábia macia.
Assim que fui transferido, minha chefe percebeu minha sexualidade e me perguntou se eu era Gay, respondi que sim e ela adorava meus casos de como dei pra meu melhor amigo, e pra outro e tal. Ela fez amizade com meu melhor amigo e até nos deixava usar maquiagem na seção, fazer unhas e essas coisas….
Minha chefe e seu marido não tinham filhos, … eu descobri que o irmão de minha chefe era travesti de programa, lindo!E que seu marido ela conheceu quando ele namorou com seu irmão, porém, tanto ela como seu marido eram estéril.
Um dia eu e meu melhor amigo fomos conhecer o irmão dela e ficamos maravilhados com a linda traveca que era.
Cabelos enrolados ate a cintura, peitos siliconados enormes e bunda GG gigante, umas lindas pernas e nariz feito e um cacete enorme.
Ficamos amigos dela seu nome era “cicrana” e nos contava que sua irmã era quem a ajudou a se tornar aquela linda boneca.
Eu e meu amigo ficamos loucos de curiosidade e queriamos saber tudo e ela muito amistosa nos explicava e comecamos eu e meu melhor amigo e eu a fazer uso de hormônios .
certa feita, meu melhor amigo foi expulso por estar Dando para funcionários do local e aí me senti mais desamparado.
Nesse dia minha chefe me convidou para ficar em sua casa e foi lá que tudo começou a mudar…
Chegando no apartamento do casal e após o jantar minha chefe olha para o marido que faz um leve sinal e ela me convida para o quarto ver algumas roupas e sapatos dela, ao chegar no quarto ela me presenteia com um vestido super feminino branco e saltos pretos lindos.
Fiquei sem palavras e ela disse: ‘É seu vista’!
Nessa época eu tinha um cabelo longo crespo alisado e era todo lisinho sem pêlos, altura mediana e tinha uma bundinha empinadinha e a cintura bastante fina, eu fazia questao de raspar todos os meus pêlos do corpo quase todos os dias…
Ela me deu uma micro calcinha e me maqueou como se eu fosse sua filha, riamos muito e nos divertimos bastante.
Assim que terminou calcei o salto e me senti uma mulher e minha chefe chamou seu marido e disse:
“Olha amor que boneca linda!”. E ele estando de roupão e todo cheiroso após ter se banhado abriu um sorriso e disse:
“Linda, como eu gosto!”.
Fiquei um pouco assustado, pois, o marido dela nunca tinha se engraçado comigo e até parecia ficar incomodado com meus trejeitos…
minha chefe então me disse: “eu gostaria que você ficasse com ele, você quer ser a esposa dele esta noite?”
E eu com muita vergonha e muito tesão também respondi:
“Se é você que está me pedindo, quero sim!!”
E ela disse: “Quero que você dê com bastante tesão para o meu marido, pode gritar e falar bastante putaria, quero me masturbar vendo meu marido te usar..” Esse é o meu desejo e o dele desde que o conhecemos.. “.
Então, minha chefe que estava com um vestido e sapatos, tirou a calcinha deu um beijo em seu marido e sentou-se na poltrona tocando sua buceta.
Seu marido me abraçou me beijando e com muito tesão mordendo meu pescoço baixou minha calcinha e segurou meu pau ja melado e abrindo seu roupão pos seu cacete pra fora.
Percebi que seu cacete além de duro como pedra era extremamente grosso, não muito grande assim uns 22cm, mas grosso quase igual a uma latinha de refrigerante.
Quando peguei senti logo que ele iria me acabar para sua esposa ver com aquele cacete enorme, então, minha chefe que se tocava já com os dedos na buceta e os peitos para fora disse:
“Amor, chupa ele amor..”
Assim seu marido se abaixou para me chupar e eu disse:“Não, se me chupar agora não vou aguentar..”
Ele sorriu e me pondo de rabo arrebitado começou a mamar no meu cuzinho.
Vendo aquela cena eu gemendo igual uma egua minha chefe levantou se e entregou ao marido um gel lubrificante e ela ao seu lado me virou me deu um beijo e me ajoelhou de frente para seu marido e segurando seu delicioso e grosso cacete, minha chefe o enfiou delicadamente na minha boca.
Eu abria a boca toda e só a cabeca conseguia entrar e o marido de minha chefe dizia:
” Amor ela está conseguindo me mamar, que delícia me deixa fuder esse rabo amor deixa?”
e minha chefe só me segurou pelo queixo e disse:” você acha que aguenta meu homem no seu rabo?”
E eu disse: “Eu quero muito ele dentro de mim..”
minha chefe se afastou e seu marido me beijou e preparou meu cu para a bomba kkkk.
Ele enfiou um, dois, três todos os dedos e lubrificante não faltava, passou na minha bunda toda e no meu pau e empurrou aquele monstro no meu cu.
Eu não sabia se gemia, se gritava, senti até tonteira assim que a cabeça daquele cacete passou por minhas pregas.
Eu gritava:”Aí meu cu porra, filho da puta cacetudo, que rola grossa, macho gostoso, calma, calma, por favor..”
O desespero tomou conta de mim e o puto me abraçou e eu lutando para ter um pouco de pausa e ele somente com meio cacete dentro do meu cu parecendo que havia enfiado uma garrafa de coca cola de dois litros em mim.
Meu cuzinho parecia que tinha rasgado ate o meio das costas, mas, apesar disso meu pau escorria um pouco de porra de tanta dor e prazer.
minha chefe estava em pé ao lado do marido segurando suas bolas e se masturbando, cuspia no meu rabo de vez enquando e dizia ao marido:
“Fode esse viadinho gostoso, fode, mostra pra ele como um macho come, vai, dá pinto no cu dele vai amor..”
Então, após alguns minutos minha chefe me perguntou:”Tá gostoso?e eu respondi:” Está me rasgando, mas, tá muito gostoso.. “.O marido de minha chefe, retirou o pau de dentro de mim e quando viu como eu estava arrombado beijou minha chefe e disse:” Nossa amor olha que estrago! e ela pos toda a mão dentro do meu cu e disse:
” Quero ver você fazer meu marido gozar viadinho…!”
Seu marido me deitou de frente, cuspiu no meu cu e levandou minhas pernas com ajuda de minha chefe e passando lubrificante no cacete me penetrou devagar, só que dessa vez começou a bombar e enfiar mais fundo aquele peti de coca cola no meu rabo.minha chefe segurou minha face, me beijou de língua, cuspiu dentro da minha boca e com a buceta masturbando ao lado do meu rosto beijava seu marido e gemia alto.
Eu enlouqueci e sentindo toda aquela mistura de dor, tesão e prazer gritava como forma de excitar aquele homem:
“Vai fode o seu viadinho, fode, fode pra ela ver, filho da puta, caralhudo, aí, me rasga porra de gostoso..”
E o marido de minha chefe começou a me fuder com forca mesmo, me segurando pelo quadril e gemendo beijando minha chefe..
Nesse ponto eu só gemia e chorava e dizia:
” Vai porra, goza, porra, vai caralho, não aguento mais porra, caralhudo, filho da puta, vai… ” sentindo dor senti, o marido de minha chefe enfiar e segurar aquele mostro e gemer alto, senti nesse momento seu cacete latejar no meu cu quente e senti.. Um jato forte de porra no fundo do meu rabo ardendo muito e muito quente, seu cacete latejava forte e eu sentia a porra me ardento como álcool no meu cuzinho, e ele me beijou e me abraçou forte e ofegante apertava seu corpo e seu gigante pau em mim.
Eu me sentindo a puta das putas, A mulher mais completa, o viadinho mais fudido e arrombado disse:
“Aí macho gostoso, te amo, meu macho, meu homem, aí meu cu…” minha chefe que havia gozado um pouco antes, beijou seu marido e disse:
” Bicha gostosa né meu amor, ela toda sua pra fuder sempre tá..” Se virou pra mim e me deu um beijo de lingua e disse:
“Sabia que você ia aguentar, sabia puta..”
Quando o marido de minha chefe tirou o pau de dentro de mim, não perdi tempo, enfiei ele todo na boca, pus na garganda para engasgar e minha chefe enfiou a mão no meu arrombado cuzinho e lambeu os dedos para o marido ver e me ajudou a limpar aquele cacete monstruoso sujo de porra com espuma.
Depois me deitei na cama de rabo para cima e minha chefe lámbeu meu cuzinho, seu marido deitou-se ao meu lado suado com o pau já mole e me puxou e beijou minha boca, assim minha chefe deitou entre nos que há beijamos e descansamos um pouco.
Assim acordei no outro dia com o marido de minha chefe me penetrando com os dedos e mamei ele que estava meio atrasado e só gozo na minha boca, que bebi tudinho e voltei a dormir.
Quando ne levantei ainda estava com o vestido e minha chefe na cozinha fazendo café me pediu para sentar.
Era sábado e depois de tomar um banho e me vestir normal fomos minha chefe e eu ao shopping, passamos uma tarde de mulheres e a noite antes dele chegar calcei um salto uma cinta e com o cabelo feito e maqueado recebi nosso homem novamente.
minha chefe me convidou para morar com ela e me disse que queria me ver sempre montada, ela e seu marido me levaram até medicos e usando hormônios e posteriormente silicone fiquei uma linda transsexual como a irmã de minha chefe.
Fiz alguns programas com a irmã de minha chefe e depois, fiz faculdade que foi paga por seu marido e minha chefe que após me formar nos casamos eu, minha chefe e seu marido.
Hoje tenho namorado e moro fora do brasil…
Este relato é verdadeiro, amo meus conjugues e agradeço todas as oportunidades que tive, hoje sou “xy” me casei e sou feliz..
Ahh, meu melhor amigo se casou com um colega de trabalho…Ele não aguentou o pau do marido de minha chefe!

Deixe uma resposta