Transa no show

Em 1995, Elton John deu um show no estádio do Flamengo, na Gávea. Sou fã dele e não poderia perder a oportunidade de vê-lo ao vivo. Na época namorava a Adri (fictício). Ela era do tipo mignon, baixinha, mas com belos seios volumosos. Pele branquinha, cabelos longos, lisos e castanhos. Éramos vizinhos de prédio e transávamos em qualquer lugar que desse. Na sala da casa dele com os pais em casa, num fusquinha que eu tinha, pelos mirantes do Rio, no playground do prédio onde morávamos, enfim, em qualquer lugar.


Voltando ao show, sir Elton John arrasava com suas músicas e seu piano. Rocks e baladas românticas. O campo do Flamengo estava lotado e ficamos próximos a um dos muros. Já tínhamos bebido umas cervejas e quando começou a tocar Your song, abracei-a pelas costas e começamos a dançar e cantar juntinhos.


Inevitavelmente meu pau ficou duro, cutucando a bundinha dela. Eu sussurrando no ouvido “it’s a litte bit funny…”, ela com os olhos fechados curtindo o momento. O tesão foi aumentando, pus uma das mãos por dentro da blusa dela e comecei a acariciar os seios dela. Ah! apesar de ela ter seios volumosos , não usava sutiã, coisa que eu adorava. Sentia os mamilos dela durinhos, nos encostamos no muro, pus a outra mão por debaixo da mini-saia dela e comecei a dedilhar o grelinho.


Não estávamos nem aí pra se houvesse alguém nos olhando. O tesão era mais forte que o filtro social. Ela, imediatamente, abriu minha bermuda e pos meu pau pra fora. Instintivamente abaixei a calcinha dela e penetrei. No ritmo lento de Your song, gozamos os dois como se mais nada houvesse no mundo.

1 comentário em “Transa no show”

Deixe uma resposta