Insistindo com paciência e pegando a minha irmã casada

Vou tentar contar algo que a pouco tempo, aconteceu comigo e que ,me deixou confuso mas louco de tesão….
Desde sempre sinto uma atração sexual pela Minha irmã, apesar de saber que a maioria das pessoas acha isso uma perversão….
Sou solteiro e ela é casada, e muito bem casada, tem filhos, marido bom e trabalhador….
Ela tem pouco mais de trinta anos, e eu já passei dos quarenta, e trabalha pra ajudar o esposo….
O corpo dela ,pela sua idade, tá tudo em cima. Sei que ela gosta muito de mim e eu gosto dela, mas com muito respeito e dignidade. Mas fui me deixando levar pelos desejos da carne e sempre insistindo na minha vontade doida de me relacionar com ela, sabendo que pra mim é uma maluquice e que poderia estragar minha vida….
Há algum tempo comecei a estudar tudo sobre massagens relaxantes e me tornei quase um profissional da área, pois muitas mulheres com quem eu saía adoravam os meus toques por todo corpo antes de serem penetradas!
Agora voltando a falar do caso de Incesto….
Uma certa vez O marido dela teve que passar meses fora para trabalhar, e minha mana querida foi ficando sozinha, triste, aborrecida e carente precisando sempre de alguém pra conversar e desabafar sua angustias. Eu ia sempre em sua casa e ela também ia lá em casa na maior naturalidade do mundo. Ai sentir a oportunidade de chegar pra saber como ela estava, e foi exatamente como pensei. Estava muito carente e aborrecida precisando de seu marido por perto, e andava com dor de cabeça e no corpo por causa de todo este estresse. Eu disse então:
– mana, já que estais toda quebrada e cansada eu posso te fazer uma bela massagem e te relaxar por completo?!
Ela me perguntou:
– e você sabe fazer uma massagem bem relaxante?
Eu falei:
–  claro, eu estudei muito pra isso! Lembra dos cursos que fiz, dos livros que eu comprei?!
E ela:
–  tá bom, pode fazer?
Ela disse que ficaria sentada mesmo e de roupa pois estava com muita pressa em terminar os seus afazeres domésticos.
Então peguei um frasco de óleo joguei um pouco em seus ombros e comecei. Fui aos poucos passando de leve e descendo até as costas, em seus braços, pescoço e, cintura, depois eu ia apertando com cuidado e ela fechava os olhos e relaxava e suspirava quase dormindo.
Tudo muito rápido.
Ela me agradeceu e foi embora e eu com um pouco de tesão me acalmava buscando toda paciência do mundo, sabendo que teria a oportunidade de ter o que eu desejava.
Como seu marido demorava tanto pra voltar para os braços de minha linda irmã eu vivia vários dias conversando com ela e ouvindo seus desabafos, tentando ser atencioso e prestativo me demonstrando preocupado com sua situação.
E numa certa manhã de sábado, assim que cheguei em sua casa, ela estava cabisbaixa bem calada e mal falou comigo, e percebi que a sua carência estava a flor da pele , pois dizia como fazia falta de um homem pra lhe ajudar em todos os sentidos.
Então falei pra ela:
– calma mana, logo logo ele estará em casa e você vai deixar de se preocupar com tudo isto que estais passando!! E como gosto muito de você vou te dar uma das melhores massagens que eu já fiz na vida.
Então ela se deitou na sala dizendo que estava muito estressada naquele dia e que precisava muito relaxar e esquecer dos problemas do dia a dia.
Fui logo com o frasco de óleo de algodão pra perto dela afastando um pouco sua blusa na parte das costas. Comecei jogando um punhado bem generoso e massageando com calma subindo e descendo, batendo de leve e perguntando se estava do jeito que ela queria.
– Tá bom demais irmão, tô quase dormindo de tão relaxada que estou!!! Põe mais óleo que o aroma tá gostoso!
Fui atendendo ao seu pedido e intensificando também nos toques.
Virei ela de bruços e eu sem parar um segundo ia massageando e sempre perguntando pra ela se estava gostando.
E ela falava bem baixinho  que sim… e eu ia passando minhas mãos de óleo por sua barriga, braços, punhos, pescoço.
Fui puxando sua blusa até a altura da cabeça, tentando tira-lá com uma certa dificuldade, que até consegui, mas ela foi abrindo aos poucos os olhos que estavam relaxados da massagem… e eu numa tara danada e morrendo de medo falei:
– Tenha muita calma minha irmã relaxe profundamente…. relaxe, relaxe!!
E eu coloquei rapidamente minhas mãos cheias de óleo em seus lindo seios, grandes e com as aureolas pontudas e escuras. Fui deslisando bem devagar falando pra ela se acalmar e esquecer de todas as angustia que ela estava vivendo.
– Calma mana linda, fique bem tranquila pois você sabe que eu gosto muito de ti e respeito suas vontades sempre.
– Fique bem calma, calma e sinta seu corpo num relaxamento profundo. Sua mente vai ficar viajando por lugares lindos , tranquilos e que você sempre sonhava conhecer.
-Sinta um intenso relaxamento na sua mente, no seu corpo, e todos seus ossos vão deixar de te fazer sentir dores……. isso querida irmã… assim!!
E ela ia suspirando fortemente, as vezes bem ofegante, toda vez que eu tocava seu corpo.
E nisso os minutos foram passando e eu doido de desejos fui descendo minhas mãos até o umbigo, cochas, joelhos, tornozelos e pés.
E num momento, talvez, de loucura sem pensar direito, meti ligeiramente minha língua em seus peitos com grande sabor indescritível , passando devagarinho e depois Não aguentei e fui chupando feito um bezerro esfomeado!!!
E depois beijando a barriga, umbigo e finalmente tirando bem lentamente sua roupa descobrindo por completo sua xaninha.
Beijei sua racha muito e com toda essa minha loucura chupava com o maior medo do que poderia acontecer.
Eu falava assim:
– mana gostosa, senti minha boca te devorando como um animal.
Ela respirava fundo, e até gemia bem baixinho e eu mais intenso em meus desejos ficava.
E num determinado instante ela segurou meus cabelos pedindo para que eu parasse, que aquilo era uma grande maluquice, que era errado, pecado e não tinha que acontecer.
Não quis nem saber de nada naquele momento, e fui chupando e dizendo pra ela se acalmar que eu iria lhe proporcionar o maior orgasmo de sua vida.
Nisso minha irmã gostosa ficou gemendo cada fez mais forte com todo o seu corpo se tremendo pra todos os lados e seus peitos balançando sem parar, e meu pau já muito duro fui colocando ele bem perto das coxas, esfregando loucamente e por impulso fui penetrando ela de uma jeito bem gostoso.
Ela  sempre suspirando intensamente e gemendo me deixando ainda mais sem vontade de parar com aquela atitude arriscada mais saborosa demais. E o tempo ia passando e eu fodendo ela com mais tara…
-Toma minha querida mana, sei que estais precisando muito de um bom trato….. senti só a potencia e a fome do meu cacete que ti deseja muito, minha apetitosa!!
– relaxa e goza, se acalma mana que daqui a pouco todo o seu estresse vai acabar,confie em mim.
Logo depois minha mana acabou falando uma coisas mais incríveis que eu poderia ouvir.
Ela exclamou:
– Tarado safado eu quero… ai, ai,ai, ai….ui,ui,ui,ui…. aahhhhhhh,não estou nem acreditando no que estou sentindo……. ai,ai, tá vindo bem intenso seu doido…. vou gozar…vou gozar….. tô gozando caralho, porra….. aiiiiiiiiiiiiiiiiii seu filho da puta….. que gozada foi esta…..  nunca tinha chegado a este tipo de orgasmo que quase me deixa sem folego!!ahhhhhhhhhhhhh fiquei super exausta.
E eu falei também:
– vou gozar muito minha irma boazuda … ta vindo .. vou gozar gostoso , e ainda dentro dela muito doido vendo ela gozar gostoso não aguentei e tirei meu cacete rapidamente e gozei bastante em suas coxas, buceta e barriga.
Eu disse:
– Olha só como foi gostoso e você ficou até mais calma e relaxada minha querida mana.
Ai ela me empurrou e pegou um papel toalha pra si limpar e disse:
– Tava vendo seu louco o que você acabou de fazer, me melando todinha com seu esperma. Fiquei foi toda suja de porra pegajosa….. vai logo embora… vai, vai,vai!!!
Então ela me levou até a porta dizendo apenas boa noite, depois agente se fala!
Depois de alguns dias voltamos a nos falar normalmente mas sem tocar neste caso que aconteceu entre ela e eu.
Eu também não consigo até os dias de hoje parar de pensar na minha linda irmã, de como a desejo e a amo profundamente.

Deixe uma resposta