Meu primo me comeu na cozinha

Usarei o nome fictício de Emily. Tenho 1,68, tenho seios fartos e faço exercícios regularmente para manter a forma, mas nada exagerado.
Este conto é a continuação do “Na sala com o primo“.

Depois daquela noite incrível com meu primo, no outro dia agimos como se nada tivesse acontecido. Saímos com nossos pais para dar uma volta e passamos o dia fora. Quando estava na hora de nossos pais irem dormir, já imaginei se iria rolar outra foda entre nós.

Ficamos conversando e fui ao banheiro. Me lavei bem depois de urinar e quando saí, escutei barulhos no andar de cima que vinham dos dois quartos, dos pais dele e dos meus. Chamei ele para ouvir e saímos de perto das escadas dando risadinhas. Fomos para a cozinha beber água e comentamos sobre nossos pais estarem transando e como era estranho imaginar aquilo.

Já estávamos bem perto um do outro e ele me deu um beijo, que retribui de bom grado.Ele foi me guiando até eu sentir a mesa atrás de mim e me sentou nela. Envolvi ele com as minhas pernas e toquei seu pau por baixo da bermuda. Parei de beija-lo para olhar bem para o seu pau que ficava cada vez mais duro ma minha mão.

“Que tesão de pau o seu.”
Ele me deitou na mesa, tirando os shorts do meu pijama e a minha calcinha, levantando a minha blusa para ver meus peitos e os sugando rápido. Ele se abaixou e me chupou gostoso, me fazendo segurar seus cabelos. “Isso, aí bem aí!”, eu rebolei na boca dele.

Ele se ergueu e botou uma camisinha que tinha guardada no bolso e enfiou o pau em mim. Minha vontade era gritar, mas eu não podia. Ele enfiava gostoso em mim e eu mordia um dedo para evitar de gemer e ele mordia os lábios.

Ele fechou as minhas pernas, apoiando as duas no seu ombro direito, me deixando ainda mais apertada pra ele.
“Que buceta gostosa.”

Eu estava adorando aquilo, era excitante, proibido e gostoso.
“Me fode gostoso, primo.”

Ele me colocou no chão e deitou meu tronco na mesa, enfiando por trás em mim com força. Eu pressionei minhas coxas involuntariamente e aquilo deixou a sensação ainda mais gostosa pra ele. Ele puxou meu cabelo, fazendo eu erguer meu tronco, e segurava meu corpo, enfiando em mim forte, me fazendo perder a força das pernas.Eu gozei ali e fiquei se pernas bambas, mas ele ainda estava de pau duro. O sentei na cadeira e me ajoelhei na frente dele, chupando seu pau até ele gozar.
Essa foi só a segunda foda de várias daquelas férias. Pretendo contar todas ou pelo menos a maioria.

2 comentários em “Meu primo me comeu na cozinha”

Deixe uma resposta