Transei com a Prima Safada

Olá pessoal meu nome é Felipe mas meus amigos me chamam de Lipe tenho 32 anos, sou casado e bem casado minha mulher é linda, nos damos muito bem na cama e nossa vida sexual é maravilhosa.

Enfim sou um homem até razoável, 173 de altura, moreno cabelos curtos olhos pretos não sou malhado mas me cuido faço academia. Onde chamo atenção de muitas mulheres que tentam me cativar, mas eu me nego a trair pois amo minha esposa e tento ser fiel desde que nos casamos então…Mas algumas vezes me sinto tentado a dá uma pulada de cerca pois a tentação é grande.

Mas é cada punheta que bato na intenção das gurias que fica difícil, meu sonho de consumo é uma prima de minha esposa que sempre está em nossa casa mora no mesmo bairro.

Uma ninfeta que é uma delícia de gostosa ela tem 20 aninhos, com carinha de criança sapeca, uma ninfetinha, ela é baixinha, bem branquinha cabelos longos loiros, seios pequeninos durinhos, tem um bundinha empinadinha, um pitéu só de olhar já fico imaginando como deve ser safada na cama isto me deixa louco de tesão. Pior quando vai para minha casa me deixa louco de vontade de pegar ela, sempre vestidas com short mostrando suas pernas, uma verdadeira tentação, mas ela nunca me deu atenção alguma.

Ela tem um namoradinho branquinho que parece um bichinho de goiaba todo sem graça acredito que eles não fizeram sexo ainda coisa que eu acho um desperdício …

Um tesão daquelas com um molecote. Ela precisa de um macho que a ensine a arte de amar, do sexo e do tesão. No caso acho que eu seria perfeito para ela.

Pois bem aí o tempo foi passando eu só de bituca procurando uma oportunidade de poder ficar a sós com a Clara.

Tinha certeza que esse dia ia chegar e eu não ia perder a oportunidade.

Pois bem ai aconteceu em um belo domingo minha esposa chama sua prima para ela vir em nossa casa para almoçar, era aniversário de minha esposa.

Então na noite de sábado eu e minha esposa transamos muito gostoso, fizemos de tudo e em todas posições possíveis quando fomos dormi já era madrugada, minha esposa ficou feliz por eu ter lhe dado um celular novo de presente.

Enfim como sua prima vinha passar o dia em nossa casa minha esposa fez um almoço especial, e para minha alegria ela veio sozinha sem o tal o namoradinho.

-Quando era por volta das 10:00 Clara chegou toda linda com um shortinho e uma blusinha solta que delicia, minha esposa a recebeu com muita alegria elas sempre foram muito amigas, Clara entrou me cumprimentou foram direto para cozinha terminar de preparar o almoço.

Foi aí que minha esposa pede para eu ir ao mercado comprar um bom vinho e alguns petiscos.

-Quando a Clara fala oba vamos tomar vinho e brindar!

-Eu disse vou trazer cerveja também, Clara toda entusiasmada vem me dá um abraço e fala muito bom primo gosto de vinho…mas a cerveja me cai bem.

-Neste momento que ela me abraçou meu pau deu uma alavancada que quase eu gozo na hora.Eu fiquei com receio de minha esposa perceber pois o meu pau ficou trincando de tanto tesão que senti no momento, me deu foi uma vontade enorme de agarra-la joga-la no sofá e saciar meu desejo…Mas como se minha esposa estava ali do lado?

Enfim eu saí entrei no banheiro bati uma punheta bem gostosa pensando na priminha depois tomei um banho e fui para o mercado…Aliviado mas tenso.

A caminho fui pensando como iria dá um jeito de pegar a tal prima, fui ao mercado, comprei vinho, cervejas petiscos, peguei até umas camisinhas minha cabeça já tinha bolado um plano de que minha esposa tomasse vinho e fosse dormi afinal a noite ela dormiu pouco pois quicou gostoso no meu pau.

-Uma safada muito gostosa isto jamais vou negar me deixa louco com sua boca gulosa quando começa a me chupar só para quando encho sua boca de farto leite.

Vim para casa entreguei as compras para a esposa ela foi preparar a mesa do almoço e eu fui tomar outro banho, voltei do banho o almoço já estava pronto.

Minha esposa pediu para eu abri o vinho. Peguei 3 taças coloquei na mesa com a garrafa de vinho, coloquei na taça de minha esposa com a intenção de podermos brindar.

Ai começamos a beber tomamos a garrafa toda ai almoçamos e ficamos vendo TV na sala, a prima Clara continuou tomando cerveja foi ai que minha esposa encostou-se numas almofadas e dormiu, minha esposa dormiu no sofá da sala, ai ficou eu e a prima bebendo ainda comentamos que minha esposa não aguentou beber…

A prima Clara ficou sem jeito quando eu disse que minha esposa dormiu porque passou a noite levando pau…Afinal somos casados e o sexo energia que sustenta um boa relação de casal.

Percebi que a prima ficou um pouco sem jeito com rumo da conversa, percebi que ela estava era com tesão se fazendo de inocente, ai eu levantei sentei a seu lado passei o braço pelos seus ombros e vi o efeito que provoquei pois os biquinhos de seus peitinhos estavam durinhos…

Fui até a cozinha e peguei outra garrafa de vinho para tomar e chamei a prima da minha mulher para me acompanhar no vinho e ela me disse que não queria pois era fraca com bebidas, dei uma taça para ela e disse que seria só aquela para finalizar o dia.

Ela aceitou aí brindamos e tomamos o vinho foi ai que eu disse que ia tomar só mais uma taça.

Ela concordou tomamos o vinho quando percebi já tínhamos tomado toda a garrafa…Só que a prima Clara não parecia que estava bem, pois quando foi levantar para ir até o banheiro cambaleou um pouco e caiu sentada no meu colo.

Rimos e em ritmo de brincadeira aproveitei seu corpo colado ao meu e lhe dei um beijo, algo rápido que saiu como se fosse um leve toque de lábios.

Ela se espantou e falou porque isto primo?

-Eu falei foi preciso uma garrafa de vinho para me dá coragem de te dizer que te quero e muito Clara!

-Ela abriu os olhos e falou não acredito o que estou ouvindo!

-Pois pode acreditar segurei em seu braço e puxei para beijar sua boca, ela correspondeu nossos corpos colados ambos enlouquecidos de tesão.

-Não…Não podemos tua esposa pode acordar! Não ela não vai acordar como eu te disse antes ela dormiu pouco pois trepamos a noite toda! Eu te quero Clara e é agora, não me negue isto sei que você me quer também. Clara nada disse ai num impulso segurei em sua mão e saí levando-a até um quarto que temos no fundo da casa.

Entramos eu comecei a beija-la com loucura, ai fui tirando sua blusa, mamei seus seios mordiscando com muita vontade.

Ela nada dizia seu corpo correspondia aos meus carinhos eu sabia que ela queria tanto quanto eu, ai tirei minhas roupas, tirei seu short e blusa e enfiei a minha mão em sua calcinha preta que estava atochada no rabo.

Sua xoxota estava bem molhadinha, ai eu disse você não me quer Clara?

E porque está assim tão meladinha? Ela falou estou com tesão mas não sei explicar o porquê de estar assim, mas foi você quem me provocou!

Já tinha tirado seu short de vez arranquei a calcinha de renda preta quase que a rasguei. Levei Clara até a pequena cama de solteiro a fiz se deitar e comecei a chupar sua xoxotinha rosinha.

Estava realizando meu sonho, estava sentindo o maior tesão em ter a priminha ali comigo saciando meu desejo, meu pau parecia que ia explodir, me joguei com ela na cama e comecei a chupar aquela xotinha perfeita que a cada momento expelia mais melzinho deixando ainda mais melada…

Uma delícia, ai chupei muito até ela gozar na minha boca, sugava seu melzinho sentindo seu grelinho teso na minha boca.

Foi ai que abri suas pernas coloquei em volta da minha cintura, fiquei mamando seu seios com biquinhos rosinhas delicia, até apertava os biquinhos fazendo gemer gostoso. Foi ai que fizemos um 69 bem gostoso.

Estava tudo maravilhoso, depois que ela me chupou gostoso, botei ela para sentar em meu pau, começou a sentar lentamente sentindo cada cm de puro nervo em sua xota deliciosa meladinha ai quando não tinha mais nada para entrar a safada começou a cavalgar bem gostoso. -Caracas que quicada gostosa ela dava parecia que era virgem com a xoxotinha apertadinha, a putinha tinha classe sabia me provocar rebolando bem gostoso foi quando eu senti sua xota deliciosa, quase eu gozo. Foi insano aqueles momentos quando Clara começou a quicar gostoso ai eu apertava sua bunda lhe dava tapas de leves, ela gemia nos meus ouvidos me chamando de gostoso, safado que fazia tempo observava o tamanho do meu pau ainda mais que minha esposa lhe confidenciava sobre nossas transa ai fiquei enlouquecido pelo tesão não aguentamos e logo gozamos juntos. Fiquei como louco sentindo meu pau latejando dentro de sua xoxota, mas queria mais muito mais.

-Eu queria comer seu rabo, mas ela logo falou que era preciso mais tempo pois não estava preparada naquele momento eu concordei sabendo que apenas iria postergar aquele momento maravilhoso.

Ai mudamos de posição Clara ficou de quatro eu comecei a penetra-la ela dizia que estava bem gostoso ai eu sem dó ia metendo gostoso tinha momentos tirava meu pau pingando batia em sua bunda e enfiava de vez de novo fazendo ela gemer gostoso.

Caracas eu fiquei como louco metendo sem parar até que senti ela gozar na cabeça do meu pau ai eu não aguentei e gozei muito como nunca havia gozado antes…

Que trepada deliciosa ai fui tomar um banho às [UdW1] pressas com medo de minha esposa acordar, Clara envergonhada também foi tomar um banho depois me disse que éramos doidos que não podíamos ter feito aquilo.

-Falei não era para ter feito, mas agora que foi feito será apenas o começo Clara eu vou te querer sempre e sei que você também me quer!

Fomos para a sala liguei a televisão e ficamos assistindo até depois de uma meia hora minha esposa acordou e disfarçamos como se estivesse tudo normal.

E foi assim que eu realizei meu sonho de pegar a prima safada, agora que é minha amante eu tenho o fetiche de pegar ela com minha esposa ao mesmo tempo.

Isso não sei se vou conseguir, mas enquanto não consigo realizar este fetiche vou aproveitando e curtindo muito com a priminha que cada dia que saímos juntos me proporciona surpresas e nossas transas são maravilhosas,

Já liberou seu rabo delicioso e agora sempre me proporciona momentos maravilhosos. Em minha casa só tivemos relação uma outra vez, agora vamos sempre a motéis ela adora e vamos tentando conciliar meu lado safado com o bom marido carinhoso e safado.

Mas vou dizer é cada saia justa que passo quando ela vai em minha casa fico louco o tempo todo de pau duro.

Espero que tenham gostado pois essa foi primeira traição que começou “dentro da minha casa” Depois volto para contar novas aventuras.

Leia mais contos incesto

Compartilhe com seus amigos:

Deixe uma resposta