Menina de Rua de Goiania

Olá, sou o Professor, vou conta uma historia que aconteceu comigo a alguns anos.

Tenho 30 anos, sou professor em uma faculdade, tenho 1,78 de altura. 70 kg, cabelo liso, castanho claro, olhos escuros e 16cm de pênis. Moro em so em um AP aqui em Goiania

Bom, vamos aos fatos. Moro em Goiania e dou aula a noite. Sempre que saio da faculdade passo por uma rua chamada Av. Bota fogo, fica próximo a um bairro chamado Universitario. Em uma dessas ruas a uma grande movimentação de moradores de rua e usuários de drogas. Certa noite estava voltando da aula quando vejo um grupo e reparo em 3 meninas, uma mais nova que a outra, a mais velha tinha 13, a outra 12 e a mais nova 11 anos (perguntei aas idades delas quando tive oportunidade). Todas bem sujas e magrinhas, usando roupas curtas e rasgadas, a de 13 e 12 anos são moreninhas claras, já a de 11 era mais branquinha com cabelo castanho claro. Depois de velas fui para meu AP. chegando em casa tomei banho, jantei, deitei na cama e fui ver o XVIDEOS pra bater uma antes de dormir. Enquanto estava procurando algum vídeo me lembrei das meninas, procurei um vídeo que me fizesse lembrar delas, bati minha punheta e gozei muito imaginando comendo umas delas.

Fiquei com isso na mente por um bom tempo, ate que fiquei pesando em como faria para consegui levar uma delas pra casa. Alguns dias depois voltando para casa parei em um sinal vermelho e escuto alguém batendo no vidro do carro, quando olho levo um susto, era a menininha de 11 anos vendendo paçoca:

Ela- compra paçoca seu moço?
Eu- quanto esta custando?
Ela- 50 centavos cada
Eu- qual seu nome meu anjo?
Ela- Anna

Conversamos um pouco e como não tinha carro atraz de mim fiquei la parado falando com ela. Eu olho pra caixa e vi que estava cheia de paçoca e pergunto pra ela:

Eu- Anna, vi que vc tem muitas paçocas, eu não tenho trocado, tenho apenas uma nota de R$: 100.
Anna- a que pena, eu não tenho troco seu moço! Comecei a vender agorinha, ainda não vendi nem uma.
Eu- Anna, vc mora na rua msm? Com quem vc mora?
Anna- moro aqui perto, em uma casa abandonada com minha irma Bia (de 13 anos) e minha prima Lu ( de 12 anos)
Eu- ok, te pergunta, vc que ganha essa nota de 100 reais? Se vc quiser posso te dar ela!
Anna- Quero sim, o que tenho que fazer?
Eu- eu moro aqui perto, se vc puder ir comigo la em casa eu te do os 100 reais”

Anna- ta bom, so vou fala com minha irma e já volto.
Anna foi la e nessa hora meu deu um tremendo medo, fiquei pensando que a irma não iria deixa, que elas ia chama a policia, mil coisas passou pela minha cabeça! Uns 3 minutos depois a Anna veio com a irma dela, a Bia.
Bia- ola tio
Eu- ola, tudo bem?
Bia-estou bem, minha irma falou que vc que sair com ela
Eu- pois, queria ir com ela la em casa
Bia- ok, e 150 reais, vc deixa o dinheiro comigo agora.
Nessa hora eu percebi que a Anna afazia programa e falei
Eu- 150 eu não tenho, tenho so 100 reais comigo. Pode ser 100?
Bia- hummm. Ok, mais vc tem que trazer ela ainda hj
Eu- pode ser amanha de manha? Ai eu trago mais um pouco
Bia- ok, pode ser, mais tem que deixa os 100 comigo agora
Eu- ok, pega aqui o dinheiro
Eu- vamos Anna.

Falei pra Anna entra no banco de traz do carro e deita em baixo pra ninguém ver ela. Fui pro meu ap, cheguei la peguei as escadas e fui pro segundo andar, onde fica meu ap. Anna entro, olhou tudo, pergunto se eu mora so, respondi que sim. Levei ela pro meu quanto e fui com ela pro banheiro, falei pra ela toma um banho.

Ela entro no banheiro, peguem sua roupa e coloquei na maquina pra lava, fui pro banheiro e entrei, quando a vi meu coração quase parou. Ela e branquinha, cabelos claros, magrinha, tinha 2 caroçinhos crescendo onde um dia seria peitos, era menor que limão, tinha as coxas grossinhas e uma bundinha linda e redondinha. Sua xoxotinha era lisinha e meio vermelhinha. Anna não tinha nem um pelinho no corpo. Ela me olhou e ficou meio que com vergonha. Tirei minha roupa e entrei no box do banheiro, liguei o chuveiro e peguei o shappo e comecei a lavar seu cabelo que ia ate o meio das costas, depois peguei o sabonete abaixei e fiquei meio que de joelho a traz dela e fui passando em seu corpinho, laseu seu rosto, seu pescoço, seios, barriguinha, e fu descendo ate chega na bundinha dela. Nessa hora meu pau estava duro que nem uma pedra. Inclinei seu corpo pra frente e passei o sabonete no seu reguinho, ensaboei bem sua bundinha e depois virei ela de frente e passei o sabonete na xoxotinha dela, ela abril um pouco as pernas e passei o sabonete, esfreguei a xoxota dela um tempos e depois enxaguei ela, fique em pe na sua frente e meu pau ficou bem na altura do seus seios, ela era uma menina bem pequena pra idade dela. Peguei no queijo dela com uma mao e com a outra no meu pau e fui trazendo sua boca de encontro com meu pau, ela abriu a boca e começou a me chupa, meio sem jeito mais o tesão estava a mil. Ela chupo uns minutos e mandei ela para, deu uma toalha pra ela e falei pra ela me espera na cama tomei o banho e fui pra cama.

Deitei do lado dela e perguntei:
Eu- vc já fico com algum homem antes?
Ela- já sim
Eu- e quando vc começo a fazer programa?
Ela- o que e programa tio?
Eu- programa e quando a mulher cobra dinheiro pra transar com homem
Ela- a ta, já tem um tempo que faço programa então
Eu- e como foi sua primeira vez?
Ela- foi com meu padrasto, ele fazia comigo e com minha irma quando minha mãe não estava em casa.
Eu- serio, o que vc achava?
Ela- no começo foi ruim, doía muito. Mais depois fico melhor.
Eu- hj em dia vc já gosta?
Ela- gosto, e bom, faz tipo uma cosquinha gostosa.
Eu- e vc já fez muito isso?
Ela- já sim, meu padrasto levava uns amigos la pra casa e eu e minha irma ficava com eles.
Ai eles dava dinheiro pro meu padrasto
Eu- serio, e o pau deles era grande?
Ela- so o do tio Fer, ele era grandao, os outros era que nem o seu. O do tio Fer me machucava as pq era muito grande, ele não conseguia coloca tudo em mim, so conseguia coloca na minha irma, ela aguentava quase tudo.
Nessa hora eu olho seu corpinho e começo a passa a mao nela, pedi pra ela chupa meu pau e ela veio e deito nas minhas pernas e começou a me chupa, sua boquinha pequena era macia, e a cabeça do meu pau enchia a boca dela. O único problema e que os dentinhos dela ficava arranhando a cabeça da minha rola. Tirando isso ela chupava muito bem.

Mandei ela para de chupa e falei pra ela deita de pernas aberta, ela deito e eu peguei uma camisinha (minha vontade era de comer ela no pelo msm, mais fiquei com medo e preferi a camisinha) coloquei na rola cuspi na mao e passei na xoxotinha dela. Sua xoxota era pequena e bem vemelhinha, com os sábios meio aberto, acho que era aberto pelo fato dela ser bem pequena pra aguenta as rolas que ela levava. Passei cuspe no meu pau e fui na portinha da xoxotinha dela e comecei a coloca pra dentro. Demoro um pouco mais a cabeça entro, era gemeu meio que com dor mais não reclamo, ai eu empurrei mais um pouco e já estava quase a metade dentro. A xoxotinha dela era quentinha e bem apertadinha, foi uma delicia colocar minha rola la, sentir ela entrando centímetro por centímetro, pedacinho por pedacinho. Quando faltava uns 2 ou 3 centímetros pra entrar tudo vi que já tinha chegado no fundo da xoxotinha dela.
Ela- nossa, coube quase tudo ne?
Eu- pois e, fico so um pouquinho de foraa!
Ela- tio, não coloca tudo não pq doi um pouco quando coloca tudo
Eu- ok, vou coloca so ate aqui

Falei mostrando os 3 cm pra fora, falei que não ia coloca tudo nela
Ai eu ficava tirando e colocando em uma bucetinha, fazendo um vai e vem bem gostoso. Depois eu tirei o pau pra fora e coloquei em sua barriguinha, foi ai que vi que ele chegava no seu umbigo. Depois coloquei ela de 4 e pode ver sua bundinha lizinha, sua xoxotinha estava bem vermelhinha e com um caldinho branco entorno dos lábios e um pouco escorrendo pelo seu grilinho, o grilinho dela era bem pequeno, parecia um feijãozinho. Tornei a coloca meu pau em sua xoxota e bomba nela. Comia ela bem devagar e não colocava tudo pq não cabia. Fui aumentando a velocidade e ela gemendo baixinho, bombei mais rápido e vi que ia goza, acelerei mais e quando estava vindo eu tirei da xoxota dela e puxei ela pelo cabelo, tirei minha camisinha e enfiei minha rola na boquinha dela, depois que foi o primeiro jato ela tiro meu pau da boca e eu joguei restante na carinha dela, gozei muito, muito msm. Meu tesão estava a mil, ela cuspiu meu gozo e ele misturo com i que joguei em seu rosto e escorreu pelo seu queijo e pescoço.
Deitei na cama cansado, sem força nem uma. Falei pra ela ir se lava no banheiro, ela foi e volto. Durante a noite repetimos a dose unas 3 vezes. Gozei muito esse dia. Foi sem duvida uma das minhas melhores tranza! No dia seguinte passei em uma lojinha de roupa e comprei unas roupinhas pra Anna, 2 shortinhos e 3 blusinhas e unas 5 calcinhas, levei ela de volta pra praça onde peguei ela e dei mais uns 40 reais pra Bia.
Espero que tenha gostado do conto. Se vc e de goiania ou região manda um oi. Se vc for casal ou mulher e quiser marca algo, vamos conversar.

os fatos desse conto nao acontecel de verdade ok pessoal
[email protected]

Compartilhe com seus amigos:

2 comentários em “Menina de Rua de Goiania”

  1. Bom dia, olha nego eu gostei do seu conto, porém me desculpa a sinceridade, mais tem muitos erros de portugues, pra um professor universitario, segundo, se ele fez com muitos homens, como pode não saber chupar, kkk
    mais foi um bom conto, se eu estivesse na sua condição, eu não teria duvidar em chamar as tres pra morarem um tempo comigo, como ja fiz uma vez, kkk.
    mulheres que tenha filhas se gostar de experiencias novas só me chamar, [email protected]

Deixe uma resposta