Nicole, uma Trans Inesquecível

Era uma noite quente do verão carioca e Fabrício estava sozinho em casa, entediado, assistindo TV quando seu telefone vibra com mensagens no whatsapp. Em um dos muitos grupos dos quais participava, um amigo enviou vários vídeos de putaria e ele que quanto a isso era um verdadeiro pervertido não demorou a deixar a TV de lado e começar a assistir tudo aquilo.

Fazia muito tempo que ele não transava e logo ao começar a assistir o tesão tomou conta do seu corpo, em poucos minutos já tinha colocado o pau duro pra fora da calça e o acariciava assistindo vídeos de orgias selvagens, lésbicas se chupando, negões arrombando novinhas gostosas com pirocas gigantes entre outros.

A punheta foi certa, Fabrício gozou fartamente com seu pau grosso e cabeçudo, mas não seria o suficiente. Após alguns minutos relaxando depois de gozar a vontade de transar retornava ainda mais forte e ele sabia que depois de começar só havia um jeito de parar, meter aquela rola safada em alguém e gozar até não aguentar mais.

Foi então que decidiu entrar em um aplicativo de encontros e começou a procurar alguém para aliviar aquele tesão todo. Sabia que não seria tão simples encontrar companhia já para aquela noite mas resolveu arriscar e ao deslizar para um lado e para o outro encontrou um perfil que lhe chamou atenção;

Nicole uma garota trans da sua região, morena com seios redondos siliconados e uma bunda enorme, redonda e extremamente gostosa. O anúncio dizia:

“Menina Trans procura amizades sem compromisso para deixar rolar o que tiver que rolar”;

Era tudo que ele precisava e o Like era certo, ele só não poderia imaginar que o Match aconteceria imediatamente.

Apesar de sua perversão ele nunca havia saído com uma trans, ainda que aquilo fosse tema de diversas fantasias e punhetas suas; seu coração acelerou só de imaginar o que poderia acontecer dali em diante. Ao explorar as fotos de Nicole no aplicativo o pau já latejava de tesão novamente e ele revolveu puxar assunto. A resposta mais uma vez foi imediata, durante a conversa a menina mostrava bastante interessada e o provocava:

Fabrício: Olá delícia, boa noite….
Nicole: Boa noite amor, tudo bem com você?
Fabrício: Melhor agora conversando contigo meu anjo
Nicole: Hummm, jura? Fazendo o que de bom nessa noite quente?
Fabrício: Você não vai querer saber
Nicole: Agora você me deixou ainda mais curiosa, me conta vai….será nosso segredinho!

Fabrício: Estou louco de tesão com essas suas fotos gostosa
Nicole: Aiii que gostoso, adoraria ver isso
Fabrício: Te mostro pessoalmente, topa?
Nicole: Safado, tá falando sério?
Fabrício: Com certeza, quero comer seu cuzinho agora!
Nicole: Onde a gente pode se encontrar?
Fabrício: Me passa o seu endereço que vou aí te encontrar
Nicole: Não, que tal se a gente se encontrar no Motel Loucuras? Vi que estamos perto

Fabrício: Cachorra, por mim pode ser em qualquer lugar desde que eu sinta essa boca engolindo minha rola
Nicole: Pode deixar que hoje você vai receber a melhor mamada da sua vida. As 22 hs lá? Pede o quarto e deixa avisado na recepção, ok?
Fabrício: Combinadíssimo, até daqui a pouco!
Nicole: Até!

Seu coração batia forte após a conversa, seu pau já estava duro e babando só de imaginar as loucuras que estavam prestes a acontecer. Era 21 hs e ele foi tomar um banho gelado pra acalmar os ânimos, procurou não pensar tanto para conseguir disfarçar o tesão, se arrumou e chamou um Uber para leva-lo ao seu destino. Chegou no Motel Loucuras pontualmente as 22 hs, pediu uma suíte e avisou na recepção que estava aguardando uma “mulher” de nome Nicole.

Ao chegar no quarto sua cabeça estava a mil, será que ela viria mesmo? Como seria aquela experiência? O que poderia acontecer? Será que ela era mesmo tão gostosa como nas fotos?

O nervoso e a ansiedade eram grandes e ele resolveu beber alguma coisa para se acalmar; pegou uma cerveja no frigobar e sentou-se na cama. Olhava ao seu redor e com aquela cama enorme com espelho no teto, poltrona erótica, hidromassagem, saúna, piscina e poledance sua imaginação o fazia pensar nas mais proibidas sacanagens a fazer.
O tesão voltava e depois de mais 2 cervejas ele foi relaxando, ligou a TV no canal erótico, tirou a roupa ficando só de cueca boxer e já alisava a pica novamente preocupado com o atraso de Nicole.

40 minutos após o combinado e em meio a mais uma punheta eis que toca o telefone da suíte, a recepcionista informa que Nicole havia chegado.
A essa altura ele já achava que tinha levado um baita bolo e prejuízo ao levar a aventura adiante, mal podia acreditar que finalmente a veria. Tentou se acalmar, vestiu novamente a cueca, colocou uma música e aguardou até a campainha tocar, finalmente ela havia chegado. Fabrício foi até a porta só de cueca, seu pau mantinha-se duro umedecendo-a e lá estava Nicole…

Que corpo escultural, era ainda mais gostosa pessoalmente do que pelas fotos. Tinha aproximadamente 1.75m, morena bronzeada (com uma marquinha de biquíni absolutamente enlouquecedora), cabelos lisos e cumpridos até a bunda, corpo malhado, lisinho e com um perfume inebriante; para completar seus seios eram fartos, redondos e pareciam durinhos em um body decotado amarrado atrás do pescoço, saia jeans colada ao corpo torneando aquela bunda absurdamente grande e salto alto que a deixava com praticamente 1.80m.

Eles se encararam por alguns segundos sem dar nenhuma palavra, Nicole também estava surpresa com o macho que tinha a sua frente. Apesar de ser uma cavala estava diante de um homem de 1.85m, moreno, forte, cabelos curtos; de corpo peludo, mãos grandes e ali só de cueca na sua frente já conseguia ver aquele pau cabeçudo, grosso e duro de tesão.
Nicole: Oi safado!

Fabrício: Nossa, como você é gostosa….
E logo começaram a se beijar ali mesmo na porta, ela entrou batendo a porta e ele já a prensou na parede chupando sua língua e seu pescoço acariciando seus seios e sua bunda. Ela por sua vez retribuía ao beijo safado abraçando-o com força. Enquanto ele beijava seu pescoço ela já sem fôlego disse:

– Me leva pra cama cachorro, quero te dar bem gostoso….
Parando de beija-la e conduzindo-a para o quarto a sua frente, com as mãos na sua cintura para admirar o rebolado ele responde:
– Você não sabe a vontade que estou de sentir essa boca e esse cu na minha rola safada!

Na beira da cama ela o virou e empurrou sobre os lençóis, ele deitado com as pernas abertas mal conseguia acreditar que ela não era mulher, era maravilhosa, e esperou pra ver o que queria.

Nicole puxou a sua cueca deixando-o completamente nu, avançou na cama de quatro deslizando as mãos pelas pernas dele e começou a beijar a parte interna de suas coxas, subindo devagar encarando-o até ficar com o rosto bem próximo ao seu pau duro, escorrendo baba de tão excitado. Lambeu sua virilha sem tocar na pica e depois levou a boca até suas bolas, lambendo, beijando e chupando….deixando-as molhadas e misturando sua saliva a baba que escorria fartamente da rola.

Ele já gemia quando a língua começou a subir lambendo o pau da base até a cabeça e ao chegar lá deslizava sobre ela passando a pontinha bem na rachadura daquele pau delicioso; ela lambeu e depois beijou bem devagar apenas com os lábios deslizando sobre a glande antes de começar a engolir a pica centímetro por centímetro bem devagar, encarando ele.

Fabrício delirava de tesão e tentava se concentrar para não gozar tão rápido diante daquela performance de Nicole; sentou-se e enquanto ela chupava ele cuidadosamente colocou o cabelo dela para o lado oposto ao que chupava e começou a desamarrar o body que estava no seu pescoço.
Ao solta-lo os peitos dela saltaram pra fora, ela deu uma pausa, ajoelhou-se e despiu-se até a cintura…..que seios lindos Nicole tinha, eram fartos, redondos e durinhos em virtude do silicone; sua pele era lisa e sedosa e os mamilos pequenos estavam durinhos excitados.

Depois de provoca-lo com olhares acariciando seus seios ela debruçou-se novamente abocanhando seu pau, ele deitou sem conseguir resistir aquela boca quente, molhada e safada sugando-o com vontade. Ela deslizava a boca por toda a extensão da rola, engolindo-a inteira e babando bastante, misturando sua saliva a baba que escorria da pica e olhava-o com uma cara indescritível de puta saboreando o que mais gostava de ter em sua boca.
O pau já pulsava dando sinais de que não resistiria tanto tempo a uma mamada tão deliciosa então ele resolveu agir para prolongar o prazer, pegou-a levemente pelo cabelo trazendo a boca até a sua e voltaram a se beijar, ela deitada por cima dele com seus seios esfregando naquele peitoral peludo.

Pra ela também já estava muito difícil conter um tesão tão grande, ao perceber Fabrício inverteu as posições virando por cima de Nicole, beijava sua boca já com gosto impregnado de sexo e desceu pelo pescoço até chegar aos seios que chupou demoradamente, deslizou com a boca por um e depois pelo outro parando estrategicamente nos mamilos que ele beijava e mordia suavemente para provoca-la; enquanto chupava de um lado suas mãos massageavam do outro e vice versa.

Desceu então pela sua barriga, sequinha e sarada e ao chegar no botão da saia ele ajoelhou-se e desabotoou devagar; ela assistia sorrindo com carinha de safada.

Ele então puxou a saia e o que ainda restava do Body deixando-a também completamente nua, ela manteve as pernas fechadas de modo que seu pau ainda não ficasse completamente a mostra e ele respirava fundo sabendo o que estava por vir; alisou as pernas dela até os joelhos e foi abrindo levemente até que finalmente o detalhe que diferenciava aquele corpo descomunal de uma mulher de verdade veio a tona; e que detalhe era aquele.

Por trás de um corpo 99% feminino estava uma rola grande (aproximadamente 22 cm) e potente, ficando imediatamente muito dura ao se libertar das roupas. Ele não sabia o que fazer e olhou pra ela…
Nicole: Gosta safado?
Fabrício: Eu nunca….

Nicole: Fica tranquilo, não precisa fazer nada que você não queira
Então ela levantou-se e ficou de joelhos também na sua frente, voltaram a se beijar e se abraçaram. Um pau esfregava no outro, ambos melados e muito duros; ele apertava a bunda dela e ela a dele em um amasso intenso e gostoso até que ela decidiu se virar, com as mãos sobre a cabeceira da cama empinou o rabo imenso na frente dele, alisou e pediu:

– Você não disse que estava louco para comer meu cuzinho cachorro? Agora ele é todinho seu….me fode meu macho!

Sem pensar duas vezes ele lubrificou o próprio pau com saliva e ela o próprio cuzinho, sincronizadamente…..ele encaixou a pica na entrada e o cu engoliu-a com vontade; ele então empurrou o pau bem fundo naquele rabo gostoso puxando-a pela cintura e ela gemeu alto, começando a rebolar bem devagar logo em seguida.

A pica mexia dentro daquele cu com a glande roçando na carne quente e apertada fazendo com que ambos delirassem de prazer. Não demorou muito até que ele a colocasse de quatro na cama e fodesse aquele rabo com vontade, abrindo, apertando e dando tapas fortes na bunda dela conforme o tesão aumentava….

Nicole: Fode esse cu safado, mete mais forte vaiiii……me bate…..vai caralho, seu puto!

E ele socava cada vez mais forte, os corpos estalavam ao se bater um no outro. Puxando-a pelo cabelo ele montou sobre aquele corpo gostoso e cavalgou sobre ela como se fosse uma égua, bombando no seu rabo sem dó até seu corpo fadigar de tanta força que fazia nas pernas e braços para dominar sua fêmea.

Cansado ele sentou-se na cama puxando para o seu colo, era a vez dela cavalgar naquela rola. E Nicole não desapontou, agachada de costas para Fabrício ela rebolou e sentou gostoso; provocava-o olhando pra trás, gemendo alto, subindo com o cu até a cabecinha e depois sentando nele com tudo.

Ele via aquele cu gostoso engolindo sua rola alucinado de tesão. Ela podia sentir aquele pau pulsando, prestes a explodir dentro do seu cu e aquilo a deixava muito excitada, sentava e rebolava como uma vadia e Fabrício gemeu até não ser mais capaz de resistir……

E ele gozou dando um grito alto e forte, jorravam jatos de porra quente, grossa e farta no rabo de Nicole que não parava de rebolar se deliciando, fechando os olhos apenas sentindo aquele leite quente enchendo-a por dentro…..desacelerando a medida que os jatos diminuíam até parar. Apesar do ar condicionado ambos escorriam suor pela intensidade do sexo, ela também exausta de tanto cavalgar desabou de lado pra ele, descabelada. Em alguns segundos o leitinho começava a escorrer pelo cuzinho e Fabrício assistia extasiado; abraçou-a de conchinha e ambos relaxaram e cochilaram por alguns minutos.

Essa seria apenas a primeira foda de uma noite alucinante.
Passada aproximadamente meia hora Nicole acorda, sente aquele homem gostoso abraçado ao seu corpo e chama por ele:
– Tá acordado amor?

Ele não responde e ela começa a imaginar como poderia despertar seu macho. Começa então a esfregar lentamente sua bunda contra o corpo dele e mesmo desacordado seu pau dá sinal de vida começando a endurecer; Fabrício começa a despertar já deslizando as mãos pelo corpo dela e inocentemente acaba tocando no pau de Nicole, os dois param por alguns segundos mas surpreendentemente ele retoma os toque, deixando bastante excitada ao acariciar e punhetar sua pica. Assim de ladinho ele a masturba roçando também seu pau duro na bunda dela, Nicole geme gostoso falando:
– Não para amor!
Sua voz é música para os ouvidor de Fabrício que a masturba com vontade, como se fosse a si mesmo. Ela vira-se de frente e ele ajoelha-se entre suas pernas…..encaixa a pica no cuzinho dela e começa a foder e masturba-la simultaneamente em posição de frango assado. Nicole se arreganha e se contorce de tesão, revira os olhos e acaricia seus seios para provoca-lo. Até que num instinto pede:
– Me chupa!
Ao se dar conta do que disse abre os olhos, encara-o e mais uma vez é surpreendida. Fabrício monta sobre ela de ponta a cabeça e desenvolto começa a chupar Nicole, ela também o chupa em um 69 surpreendente e excitante. Entendendo-se por sensação ele começa a fazer na pica dela o mesmo que ela faz na dele mergulhando em um tesão prolongado e intenso. Ela surpresa e absurdamente excitada avisa:
– Vou gozar amor!
E ele chupa com mais vontade. Ela devolve na mesma intensidade e eles gozam juntos, um na boca do outro proporcionando um prazer indescritível para ambos.
Foi o clímax daquela noite; após isso o casal ainda transaria usando a poltrona erótica, a hidromassagem, a piscina e a saúna esgotando as 12 hs a que tinham direito na luxuosa suíte. Depois da última foda, já pela manhã eles tomaram banho juntos e se despediram encantados com o que aconteceu naquela noite:
Fabrício: Gata, essa foi a noite mais louca e gostosa que já tive
Nicole: Jura? Eu não imaginava que seria tão gostoso…..será que vamos repetir?
Fabrício: Você ainda pergunta? Se eu pudesse te comeria por mais 12 hs
Nicole: Não me provoca não hein? Rsrsrs
Fabrício: Eu te ligo delícia
Nicole: Vou esperar safado!
E se beijaram despedindo-se. Aquela noite foi a primeira de muitas noites de sexo selvagem entre Nicole e Fabrício.

Compartilhe com seus amigos:

3 comentários em “Nicole, uma Trans Inesquecível”

Deixe uma resposta