dominada pelo prazer

Quando a timida e casta senhora watanabe, chegou para seu primeiro dia de trabalho na imponente casa dos fukai . nunca imaginaria a mudança total que aconteceria na sua vida.

Casada a dezoito anos com Rydeu Watanabe , imigraram com seu filho Chigueu de dezesseis anos para o Japão.

Enfrentando uma luta diária nas grandes fabricas na região de Ossaka . mas cinco meses após a chegada Marli Watanabe , recebeu uma proposta de trabalho na casa dos Fukai .

Com um salário muito melhor daquele recebido por ela nas fabricas. E não tão extenuante como era a luta diária de doze horas em pé nas industrias.
Durante seis dias por semana. mas o que parecia ser uma melhora na vida da família Watanabe foi a derrocada total .apos seis meses Marli transformou-se . e todos os valores morais foram perdidos .agora aquela senhora de trinta e sete anos. Era um vulcão de luxuria jamais imaginado muito menos sonhado por ela .

Marli teve seus instintos sexuais revelados através do domínio e persuasão do velho senhor Nagatomo Fukai que como seus ancestrais doutrinou e induziu ela a se revelar uma escrava sexual fora do comum despertando a puta que habitava seu corpo e tranformando a pacata mulher mãe e esposa numa devassa incomum para espanto dos amigos que nunca imaginariam uma ocidental se submeter a tais praticas..

Aceitando os jogos sexuais impostos a ela com um prazer intenso se descobrindo uma ninfomaníaca masoquista que aceitava de bom grado todas as perversões que lhe induziam sentindo um prazer insaciável sendo humilhada nos mais grotescos e sórdidos jogos pervertidos que impunham a ela, que delirava loucamente nas mais insanas orgias a que era submetida aceitando jogar um jogo de prazer e luxuria e ate mesmo tortura que aos poucos descobrira ao chegar a casa dos Fukai .

NO COMEÇO ATE TENTOU NÃO SE DEIXAR LEVAR .MUITAS VEZES PENSAVA EM CONTAR AO SEU MARIDO O ASSEDIO QUE VINHA RECEBENDO , OUTRAS VEZES EM ABANDONAR TUDO E VOLTAR AO BRASIL FUGINDO DAQUELA INSANIDADE QUE LHE ASSOLAVA.
ATE MESMO QUE RYDEU SEU MARIDO ENTRARIA NAQUELA CASA PARA SALVA-LA REGASTANDO –A DAQUELAS SESSÕES EM QUE ESTIMULAVAM SEU CORPO POR HORAS , TENTOU MUITO RESISTIR MAS SE SUA MENTE DIZIA NÃO SEU CORPO COMEÇOU ACEITAR AS CARICIAS E TORTURAS IMPOSTOS A ELA QUE COM O PASSAR DOS DIAS NÃO VIA A HORA DE ENTRAR NAQUELA SALA E RECEBER AQUELES ESTIMULOS QUE TANTO A EXCITAVAM E CADA VEZ MAIS ELA SENTIA NECESSIDADE DE SENTILOS .
NOTOU QUE SUA BUCETA SE CONTRAIA E QUE SEUS FLUIDOS ESCORRIAM POR SUAS PERNAS COMO SE EJACULACE SO EM ENTRAR NA CASA DOS FUKAI. ENTÃO COMEÇOU AS PENETRAÇÕES . NO COMEÇO COM DEDOS DEPÓIS CONSOLOS , VIBRADORES QUE ERAM ENTRODUZIDOS NELA E POR VARIOS MINUTOS VIBRAVAM DENTRO DE SEUS ORIFICIOS ATE ELA GRITAR LOUCAMENTE DELIRANDO SENTINDO ORGASMOS VIOLENTOS QUE A DEIXAVAM ENSANDECIDA .SE ESVAINDO EM GOZOS NUNCA ANTES SENTIDOS . ASSIM MARLI FOI APRESENTADA AO PRAZER. SE ENTREGANDO AOS INSTINTOS QUE ESTAVAM SENDO DESCOBERTOS E EXPLORADOS DENTRO DE SEU CORPO E LOGO REALIZAVA AS MAIS INSANAS FODAS QUE NUNCA IMAGINARA. SENDO SEVICIADA POR TREIS QUATRO ATE CINCO CONVIDADOS QUE O SENHIOR NAGATOMO LHE APRESENTAVA. .

Nagatomo Fukai tinha seus setenta anos dono de uma vitalidade incomum ,morava com seus filhos naquele casarão propositadamente dividido em duas alas sendo que onde habitava ficava isolada do resto da família e assim ele conseguia seus propósitos .

Na verdade a família sabia que a mente sádica do velho necessitava destes estímulos e faziam vistas grossas . para as bestialidades do velho ate evitando seu contacto com noras e netas . foi numa visita a uma das fabricas da família que ele notara a bela Marli uma brasileira de pele morena com enormes olhos verdes e um belo corpo para sua idade, casada com um filho de nipônicos e solicitou a seu filho a contratação dela para trabalhar na sua residência já imaginando ser ela uma presa que poderia ser dominada por ele. E certamente não se enganara.
Com a paciência oriental com o domínio mental a persuasão ele aos poucos pacientemente ia conquistando a confiança dela lhe ensinando como um autentico professor a falar e entender sua língua, domando aquela mulher transformando ela numa devassa e libertina escrava de desejos e fazendo com que ela de bom grado entregar-se a uma luxuria devastadora insana..

MARLI EM AÇAO
Ao entrar na sala Marli fita os três homens que ladeiam o velho sentado numa confortável poltrona. São três decasséguis peruanos de pele negra . quase como num ritual Marli se despe na frente deles. os três homens também ficam nus ela se ajoelha e com havÍdez suga aqueles caralhos revezando as mamadas molhadas ORA NUM ORA NOUTRO , o cheiro forte de sexo emprigna a sala , histérica Marli geme chorosa tendo seu corpo acariciado pelas mãos dos machos sua vulva transborda e pingos de seus fluidos espalham-se no piso da sala . ela implora para ser fudida ,geme alto soluçando os olhos estão lacrimejados Marli chora compulsivamente um choro lascivo um choro de luxuria seu corpo se contrai ao ser penetrada. O gozo explosivo dela na primeira estocada mostram toda a fome de pica que ela sente , espasmos fazem o corpo tremer como uma epilética .
Marli tem convulsões o caralho bate forte dentro dela que tremula sente ondas de orgamos envadir seu corpo . como se fossem descargas elétricas recebidas no corpo Marli tem os pelos ouriçados contrações no abdômem fazem ela respirar com dificuldades. Marli ofegante senta sobre o macho sobe e desce seguidas vezes então empina a bunda para receber por traz outro cassete seu cu e sua buceta estão preenchidos ela chupa a terceira pica com havidez . tudo documentado e aprovado pelo olhar do velho fukai . A DEGENERAÇÃO TOTAL A LASCIVIDADE DESTA PUTA CADA VEZ MAIS FICAVA REVELADA .E A MENTE MAQUIAVELICA DO VELHO SADICO TRAÇA PLANOS PARA VER MARLI SENDO FUDIDA PELO SEU PRÓPRIO FILHO AOS OLHOS DO MARIDO SERIA SEU PROXIMO JOGO ERA SO QUESTAO DE TEMPO PARA MOVER AS PEÇAS E JOGAR UM RISO SADICO ILUMINOU O ROSTO DO VELHO TARADO QUE CONTEMPLAVA MARLI REBOLANDO E GEMENDO ALUCINADA COM TODOS SEUS BURACOS PREENCHIDOS ……….. CONTINUA

Compartilhe com seus amigos:

Deixe uma resposta