Fui morar com meu amigo em São Paulo e comer a mulher dele

Fui morar com meu amigo em São Paulo e comer a mulher dele

nós somos amigos desde infância tava morando aqui no Maranhão quando ele me convidou para ir morar em São Paulo que ele tinha arranjado um emprego para mim o nome do meu amigo se chama João tem 25 anos e o nome da esposa dele se chama Amanda tem 24 anos e o nome da filha dele de dois anos é a Bruna

e o meu nome é Manuel tenho 26 anos
cheguei em São Paulo na segunda-feira e ele estava trabalhando e a mulher dele estava em casa quando ela abriu a porta e eu vi ela com aquele shortinho branco atoladinha naquela buceta e os peito bem grande fiquei doido para fude el….

ela é uma morena muito linda cabelos grande batia na bunda os seios grandes e robo grande redondinho patu que pariu quando eu olhei ela não vão aguentar morando perto dessa gostosa
ela casou com o João virgem não tinha conhecido o outro pau ah não sei do sou marido mas com certeza ela ia entrar no meu
Passei o dia lá sozinho com ela e a filha dela à noite marido dela chegou nós conversando muito e aí fui descansar na minha cama de manhã acordei foi no escritório e pegar os papel para fazer exame porque começar na quinta-feira eu estava morando a 1 mês na casa deles Só via ela de noite ou domingo que era nossa folga meu amigo tem um pau de 15 centímetro é fino mas o meu tinha 23 cm e muito grosso e a cabeça era muito grande também eu estava no meu quarto quando ela entrou me viu completamente nú ela ficou sem falar nada depois o marido dela estava na sala assistindo o jogo do Flamengo e o João pediu para ela me chamar ela ficou na porta me olhando com vergonha mais não tirava os olhos do meu pau eu comecei a rir e perguntei você gostou né ela me olhou com mais vergonha saiu do quarto e foi para a cozinha eu mim vestido foi assistir o jogo com João na sala com sua filha ele estava bebendo e pediu para mulher de levar uma cerveja para mim tô nervosa e me entregou ela olhou direção do meu pau e me olhando eu dei uma risadinha no canto da boca e agradecer ela toda nervosa a noite eu e João estava assistindo o Fantástico e Amanda Estava botando a menina para dorme o meu amigo foi para o quarto dormir e eu fiquei assistindo TV 20 minutos depois ela saiu do quarto com uma camisola transparente e uma calcinha vermelha enfiada naquele cu fio dental e o seio a mostra naquela roupa transparente ela achava que eu estava no meu quarto mas quando ela me olhou todas assustada com a situação que eu estava olhando ela daquele jeito completamente nua ela ficou mais com vergonha ela ficou parada na cozinha eu me levantei no sofá desliguei a TV ela toda nervosa tentou correr para quarto mas eu agarrei ela pegou o braço e falei para ela pq está nervosa ela abaixou a cabeça os olhos da direção do meu pau eu falei você gostou né ela falou não paro de pensar ele e eu nunca traí meu marido e você é o melhor amigo dele nós não podemos fazer essa coisa com ele a casa do meu amigo era bem grande tinha três quarto o quarto dele da filha dele entre os quarto tinha um banheiro a sala a cozinha a grande Estilo Americana tema Lavanderia e o meu quarto e o meu quarto ficava colado na lavanderia bem no fundo da casa e a casa deles era toda forrada peguei ela pelo braço e levei ela para o meu quarto joguei ela na cama e fechei a porta eu mandei ela tirar a camisola dela e ela foi tirando a camisola e mostrando aqueles peito lindo dela cair para cima dela chupando aqueles peitinho dela e ela começou a gemer igual a putinha dez minuto chupando e amassando aqueles peito tirei a calcinha dela cair de boca na buceta dela chupei ela e ela gemia eu chupando aquela bucetinha lisinha dela aí eu me levantei botei ela sentada tirei meu short mandei ela chupa meu pau que era bem maior que o marido dela e grosso e kabeçudu ela ficou olhando meu pau e falou não vou aguentar ele dentro de mim Eu dei uma risada e falei você vai aguentar sim vai gostar e ela começou a chupar meu pau com aquela boquinha de quase não cabia na boca dela ela pois a metade com muito sofrimento mais ela chupava passar língua no meu pau chupa meus ovos meu pau todo melado com sua saliva 10 minutos chupando meu pau Aí eu mandei ela ficar de quatro ela ficou de quatro empinando aquele rabo dela pois cabeça no travesseiro eu botei meu pau na entrada da buceta dela Quando entrou a cabeça meu pau ela deu uma grito eu fiquei com medo pois o marido dela podia ouvir mas como a casa dela toda forrada não dá para escutar nada o outro lado eu sócava ela sem dor Ela gritava fazer a maior escândalo pois o pau do marido dela era pequeno meu é grande e ela não estava acostumada ela gritava gemia muito alto eu metia sem piedade naquela bucetinha apertada Mas eu estava com muito medo pois ela gritava gemia muito alto mas eu não parava de socar forte naquela buceta mandei ela ficar de frango assado e comecei a socar forte naquela buceta dela é ela não parava de gritar e gemia muito alto eu mandei ela sentando no meu pau e rebolando e quando ela começou a sentando e rebolar começou a gozar pela segunda vez a buceta dela estava muito inchada de tanto levar minha pira porque 5 anos de casado ela só levar pauzinho do marido dela e agora estava sofrendo a minha rola igual uma puta depois mandei ela ficar de quatro pois eu queria comer aquele cuzao dela e ela falou que nunca deu o cu para o marido dela eu falei nossa tu tem um cu virgem ainda
eu vou quebrar esse cabacinha hoje ela não eu não vou aguentar Teu pau é muito grande e grosso eu já tô sofrendo da buceta imagino no cu eu comecei a rir e mandei ficar de quatro não quero nem saber vou comer seu cu sim puta fica fica de quanto agora eu comecei botei cabeça do meu pau cu e fui empurrando devagarzinho Quando entrou a cabeça ela deu um grito tão alto eu falei não grita puta que acordar o corno do teu marido ai ai tá doendo tá doendo tira tira eu só botei a cabeça puta tu vai aguentar é tudo puta ou empurrar o resto comecei aí puta começou a grita mais alto e pedindo não tira tira tira e ela começou a chorar pedindo para mim parar mas eu empurrava cada vez até entrar tudo né e ela tava chorando na minha rola tentando escapar segurar pela cintura puxando o cabelo dela eu falei para ela tá todinho dentro de ti puta agora vou socar forte nesse cuzinho Ela gritava gemia alto e eu dava tapa na bunda dela eu falava grito abaixo puta que acordar o corno do seu marido e ela não parava de gritar e se mexer na Cama tentando escapar mais Segurei filme na cintura dela tu não vai escapar não puta 10 minutos que já tá comendo o cu dela e acabei gozar falei para ela ainda bem que aquele corno não escutou seu gritar puta Ela está com a buceta toda inchada e eu cuzinho todo arrombado ela ficou deitada 15 minutos se recuperando e a buceta e cu dela tava toda arregaçada ela pois a camisola e calcinha dela eu peça e falei para ela vai ficar de lembrança e ela foi saindo eu falei para ela amanhã no mesmo horário. Já faz um ano que eu sou seu amante dela já comi ela na casa toda até na cama do corno já comi ela e ela não para com escândalo dela

Leia mais contos

Compartilhe com seus amigos:

5 comentários em “Fui morar com meu amigo em São Paulo e comer a mulher dele”

    1. Já transei com mulher casada sem o marido corno saber e ja transei com casal onde comi o cu do marido corninho e da esposa puta mas não tenho coragem de foder a mulher do cara com o corno na casa dormindo e correr esse risco.Quero contato com vcs casal ou mulher só vc que gosta de exibir sua esposa sua noiva sua Namorada desde que maiores de idade sigilo total e discrição
      Onze nove cinco dois sete três meia dois quatro três

Deixe uma resposta