Fui trocar umas tomadas e comi minha comadre gostosa.

Como já havia dito em um conto anterior que, tenho uma comadre de 37 anos (*Kinha), que é um espetáculo, morena cabelos longos, corpo bonito, e sempre que vai na minha casa, com roupas bem provocantes. Pois é, eu ela e minha esposa já fizemos uma “brincadeira gostosa”, depois ela apareceu lá em casa e acabou rolando novamente, só eu e ela…

Kinha, me mandou um zap perguntando se eu não poderia trocar 4 tomadas na casa dela, pois o aparelho que ela havia comprado, não dava para ligar pois a tomada era incompatível (3 pinos), falei com a minha esposa (Monalisa) que iria trabalhar no sábado de manhã, no sábado parti para casa da Kinha…, já fui preparado pois estava cheio de maldades com ela…, ao chegar lá, Kinha me recebeu no portão com um babydoll minúsculo, mandou que eu entrasse e me ofereceu um café, começamos a conversar sobre diversos assuntos, comecei a trocar as tomadas que ela havia pedido. Kinha me vira e diz: “enquanto você troca as tomadas, eu vou aproveitar e pegar um sol pois estou muito branca”, foi no quarto, tirou o babydoll e colocou um biquíni de praia branco de lacinho, que ficou a coisa mais linda nela, colocou uma cadeira de praia e deitou para pegar o sol…, eu fiquei doido com aquela cena, a vontade era atacar…., mas continuei fazendo o meu serviço e dentro de mais ou menos 1 hora acabei tudo, fui até o quintal e comuniquei a ela, ela veio de biquíni conferir o serviço e disse: “Poxa, ficou muito legal, depois vou comprar outras para você trocar logo da casa toda”, eu falei compra que eu troco, ela falou ”vou comprar”, fui me despedir dela e ela disse assim: “Você me aguarda tomar um banho pois estou muito suada?”, falei que sim, ela entrou no banheiro e começou a tomar banho, daqui a pouco me grita pedindo que eu pegasse a toalha no quarto dela, pois ela havia esquecido de pegar, fui lá peguei e entreguei a ela, ela pegou, se secou e saiu enrolada na toalha, foi para o quarto colocou um shortinho preto tipo lycra, um top e veio falar comigo, confesso que fiquei doidinho…, ela falou: “Você não quer aproveitar e tomar um banho?”, rapidamente aceitei e ela me deu uma toalha, fui tomei um banho e voltei, como senti maldade da parte dela, voltei só de sunga, já com a pica dura, quando ela viu, disse assim:

“Eu sabia que você estava doido para um repeteco…”, ao chegar perto ela colocou minha pica para fora e começou a mamar com muita vontade, fomos para o quarto dela e eu tirei aquele shortinho e comecei a chupa-la e ela se contorcia de tanto tesão, coloquei uma camisinha, botei ela de quatro e comecei a socar naquela buceta deliciosa, e ela pedindo que lhe eu puxasse os cabelos, depois de socar bastante, ela gozou e pediu que eu gozasse na boca dela, eu tirei a camisinha e deixei ela se deliciar na pica, daqui a pouco, gozei na boca dela…, ficamos abraçados conversando um pouco, daqui a um tempo, começamos novamente a brincadeira…, eis que ela disse: “se eu transar e não der o cuzinho, é o mesmo que não ter transado…”, coloquei mais uma camisinha, ela foi ao guarda roupas e pegou um gel, passou na minha pica e eu passei com o dedo no cuzinho dela, e comecei a colocar bem devagar, quando havia entrado tudo, ela mandou que eu socasse com força para ela gozar… Eu metia com muita força até que ela gozou, logo em seguida eu gozei também, fomos para o banheiro tomamos um banho juntos. Ao sair ela preparou um lanche, nós lanchamos e nos despedimos e ela disse assim: “Não vai falar nada para Monalisa, senão vai dar ruim…”, eu falei lógico que não. Ela disse: “Mais uma vez, você me fez gozar gostoso”. Fui embora e depois rolou mais uma brincadeira com ela na casa de praia de uma amiga nossa, que prometo contar no próximo conto.

Leia mais contos de comadre

Compartilhe com seus amigos:

Deixe uma resposta