Minha primeira vez

Olá, essa história real de quando eu tinha 17 anos, com 1,85 porte atlético e magro com os braços bem veiúdos e meu pau tem 19 cm, porém por incrível que parece e nunca tinha transado até então.
Decidir então que minha primeira vez deveria ser com uma mulher muito gostosa. Fui nesses sites de acompanhante de luxo e fui nas mais caras da minha cidade, acabei encontrando GP recente com apenas 19 anos, ruiva de verdade com 1,48 já imaginei misérias com essa mulher…raba imensa e bem redondinha com a cintura de violão, bucetinha bem rosada e bem fechadinha parecendo um pêssego, toda depilada, pezinho perfeito no salto, cabelo bem liso e com o tamanho indo quase na cintura além dos seus belos par de seios bem grandes com os bicos rosa bem clarinhos, tão claros que o apelido dela era (Clarinha por conta dos peitos).
Chegando lá, tive a transa a dos sonhos com essa mulher, fez tudo que eu sempre sonhei em fazer já começando por uma garganta profunda, rebolou em mim de todas as formas, deu uma sentada tão forte que parecia que tinha alguém batendo palmas, peguei ela de 4 e esfolei até finalmente jorrar na cara dela, nessa hora ela fez uma cara de que estava amando tudo aquilo e começou a rir…estranhei por não entender como alguém que trabalha com aquilo gosta tanto. Mas ok fiquei feliz né…já que na minha primeira vez pelo menos aparentemente conseguir fazer uma mulher feliz.
Quando fui pagar e tirar o dinheiro do bolso para entregar, ela me falou que não precisava … eu fiquei tipo, ué? Mas ela insistiu que não precisava … como eu não tinha emprego nessa época não insistir também. Fui embora e agradeci.
No outro mês quando recebo um dinheiro de um bico que tinha feito mandei uma mensagem para ela novamente para marcar e descobrir que ela tinha parado de trabalhar com aquilo … pois tinha sido agredida e estava com medo…conversando pelo wpp tentei marcar para nós conversar apenas jogando um verde pra ver no que ia dar…ela aceitou e falou que queria me ver pra conversar.
Conversamos e ela me falou tudo, mas depois de um tempo eu comecei a falar umas palhaçadas pra ela rir e descontrair e esquecer tudo aquilo. Deu certo. Perguntei se podia fazer massagem e ela disse que sim…mano aquela era a bunda mais linda que já tinha visto com os pezinhos tamanho 33/34 bem rosados virados pra mim com o quarto cheirando a morango.
Perguntei se podia tirar a roupa dela pra ficar mais a vontade ela apenas disse que eu podia fazer o que quisesse. Em questão de minutos eu já estava transando em uma intensidade tão grande, que foi até hoje a mais selvagem que já tive, ela gritava e gemia muito, mordia as almofadas e me arranhava todo. Quando mais forte eu colocava nela, mas ela fazia cara de safada … em um certo momento eu estava colocando com tanta força nela com as pernas abertas enquanto olhava para mim, que fiquei preocupado em poder estar machucando e reduzir um pouco o ritmo, mas mantendo com força…sabe o que essa disgraçada me fala? Coloca com força caralho me fode, pegou minha mão e colocou o dedo na boca dela, enquanto chupava meu dedo e depois pediu pra eu bater na cara dela.
No final eu perguntei se ela se incomodava da visitar ela de vez em quando: Ela falou “Pode me ver sempre que quiser bebê”.
Eu comecei a ir praticamente todos os dias. Eu simplesmente falava. “Minha putinha estou indo te comer e te arrombar muito”,
Sabe o que essa puta me respondeu uma vez ? Me mandou a foto com a língua pra fora imitando um gato pedindo leitinho.
Algumas vezes quando eu ia visitar, ela mal me cumprimentava e já me jogava na cama e começava a se deliciar chupando meu pau, fazia uma cara de safada sem limites e começava a bater uma pra mim, quando estava bem duro batia na cara dela alternando com chupadas maravilhosas e bem babadas com aquela língua bem delicada.
Quando eu passava mais de 2 dias sem mandar mensagem essa mulher ficava louca atrás de mim mandando mensagem falando que queria me dar, claramente ela era ninfomaníaca e eu amava isso pois não precisava ficar dando voltas em historias, conquistando e etc. Ela era direta e objetiva e já falava logo o que queria.
Essa mulher quase me faliu fazendo empréstimo para pegar ônibus e voltar de Uber pra casa. Não tive nenhum vínculo com ela além de pegar ela e ir embora. Foi a época que mais transei na minha vida. Me sinto muito sortudo por ter pegado uma mulher tão linda e perfeita por tanto tempo, sou viciado em pornô e até hoje não vi uma mulher mais gostosa que ela. O jeitinho dela lembra muito a Ella Hughes em muitas coisas. Porém bem mais baixinha e com o rosto mais delicado e a bucetinha lisinha.

Compartilhe com seus amigos:

Deixe um comentário